Moulage? O que é isso?

É no processo de moulage que a roupa que usamos começa a ganhar forma. O método, criado pela estilista Madeleine Vionnet (1876 – 1975), é aplicado na construção do modelo das peças de vestuário que são feitas por diversos modelistas ao redor do mundo.

Antes do advento da técnica, os protótipos eram desenvolvidos em uma perspectiva bidimensional, chamada de modelagem plana. Com a ideia de Medeleine, torna-se possível projetar uma peça com formato tridimensional, chegando próximo das proporções reais de um corpo humano.

E como se faz essa tal de moulage?   

moulage_flash_1
Josué Vasconcelos, professor do curso de Design de Moda, e alunos em aula no Laboratório de Moulage. Foto: João Vitor Gomes

No laboratório de moulage da Faesa, localizado no subsolo do quarto bloco, os alunos do curso de Design de Moda têm a oportunidade de conhecer e aplicar a técnica. Eles utilizam diversos manequins, de tamanhos variados, nesta etapa de produção para realizar marcações em regiões específicas do corpo, como o busto, a cintura e o quadril. Dessa forma é possível definir os traços que serão considerados na construção do produto final.

Após esse processo, pedaços de tecido são prendidos com alfinetes no manequim, seguindo as marcações feitas, de forma a construir as partes da vestimenta. É nessa fase que são especificadas as curvas da roupa, assim servindo para definir a maneira que ela irá se encaixar ao corpo.

Entendeu? Vamos prosseguir então!

Em média 35 alunos passam pelo laboratório de moulage por dia. No ambiente, acontecem as aulas de:

  • Moulage 1, Moulage 2 e Desenvolvimento de Produto com o professor Josué Vasconcelos;
  • Modelagem e Técnicas de Montagem 1 e Modelagem e Técnicas de Montagem 2 com a professora Maura Endringer.

A coordenadora dos cursos de Design da Faesa Tânia Crivilin, conta que o ambiente do laboratório foi todo planejado para permitir um espaço adequado de trabalho para os alunos. “As salas precisam ser amplas, pois os alunos andam bastante. Eles quase não ficam sentados. Então tivemos que priorizar esse espaço de circulação, principalmente por se tratar de modelagem 3D (tridimensional), que exige que os alunos circulem entorno dos manequins”, conta Tânia, que exerce o cargo de coordenadora do curso há dois anos.

Rita Braggio, aluna do último período do curso, elogia o espaço onde as aulas são ministradas.

A faculdade em si tem uma estrutura que nenhuma outra escola de ensino superior na Grande Vitória tem”, afirma a estudante.

Ela ainda conta que sentirá falta do ambiente acadêmico proporcionado pela instituição. “Confesso que é com pesar que eu vou embora dessa escola. Aqui tudo é muito bom. É uma pena que é meu último semestre”, diz Rita.

Conheça mais o laboratório:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: