Já ouviu falar no Dia da Luta Antimanicomial?

18 de maio: o Dia da Luta Antimanicomial

O Movimento Antimanicomial ou Dia da Luta Antimanicomial nasceu do Encontro dos Trabalhadores de Saúde Mental que protestavam pelos direitos das pessoas com sofrimento psíquico decorrentes de transtorno mental e/ou álcool e outras drogas.

Foi em 1987, na cidade de Bauru, São Paulo, que eles fizeram o primeiro manifesto público a favor da extinção dos manicômios durante o II Congresso Nacional de Trabalhadores de Saúde Mental. O Movimento está ligado à Reforma Sanitária Brasileira que resultou na criação do Sistema Único de Saúde (SUS). Como consequência positiva do movimento, tivemos a Reforma Psiquiátrica (Lei 10216/2001 ou Lei Paulo Delgado) que transferiu o foco da instituição hospitalar para uma Rede de Atenção Psicossocial.

Somente no final do século XX é que a militância por serviços humanizados conseguiu as primeiras implantações de Centros de Atenção Psicossocial (CAPS). De acordo com o CAPS, o trabalho tem que ser feito em conjunto a outros serviços de saúde.

Estes serviços têm por objetivo o apoio à família, criando espaços para a promoção de autonomia, descronificação e desinstitucionalização. Deve se articular com os demais serviços de saúde como também com serviços das áreas de ação social, cidadania, cultura, educação, trabalho e renda”.

Como os alunos de psicologia da Faesa trabalharam esse tema em sala?

Os alunos de Psicologia da Faesa têm o primeiro contato com a palavra “manicômio” no primeiro período, na disciplina de Saúde Coletiva. Durante a semana da Luta Antimanicomial são oferecidas palestras relacionadas ao tema e à história do Movimento Antimanicomial tratando de vários assuntos que possam se encaixar ao curso de forma que os alunos entendam a origem e a importância da data. Este ano, aconteceu o II Encontro Faesa de Saúde Mental com o tema “Loucura e Políticas Públicas”, evento organizado pelo curso de Psicologia que tem como propósito trazer a tona a discussão sobre políticas atuais de saúde mental.