Estudantes já podem se inscrever no Ecos Mostra 2017

ecos-mostra-capaEstão abertas, até o dia 8 de setembro, as pré-inscrições para o Ecos Mostra 2017, evento promovido pela Ecos Jr, empresa júnior de Comunicação Social da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes). A competição tem como intuito dar oportunidade aos alunos das faculdades e universidades capixabas de mostrarem seus trabalhos para o mercado de comunicação.

Com o tema “Pessoas em situação de rua“, os briefing‘s propostos para a edição deste ano trazem como objetivo geral o retrato do cotidiano dos moradores de rua da Grande Vitória. Os idealizadores buscam através da proposta despertar o olhar solidário e incentivar as pessoas a fazerem doações a ONGs e instituições de caridade que têm como missão prestar ajuda a esta população.

20023827_410413276025479_4421179316268889214_o

As categorias do concurso são Ilustração, Fotografia, Audiovisual, Campanha Publicitária e Crônica. Todas as produções inscritas devem ser feitas por alunos de Jornalismo, Publicidade e Propaganda, Cinema, Audiovisual, Artes e Design devidamente matriculados e frequentando o curso em uma instituição de ensino superior do Estado.

A pré-inscrição está disponível através deste formulário. O período de envio dos trabalhos é do dia 8 a 29 de setembro. Os trabalhos selecionados serão divulgados no dia 30 de outubro, e a cerimônia de apresentação está marcada para o dia 21 de novembro, às 19h, no auditório da Rede Gazeta, em Vitória. Confira o edital.

Participações da Integrada

1380095_813434758695894_8226026523402043569_nCom uma campanha sobre o Dia Nacional da Alfabetização, a ex-aluna Thais Peixoto, hoje funcionária da Rede Gazeta, venceu a edição do Ecos Mostra de 2014 na categoria Campanha Publicitária. Essa foi a primeira vez em que a Integrada, agência experimental do curso de Publicidade e Propaganda da Faesa, participou de um concurso, já estreando com o pé direito. Ela conta que adquiriu uma grande experiência participando da disputa.

“Neste concurso, em especial, passei realmente por todas as fases, diferente do que a gente vê no mercado. Fiz cem por cento, desde a direção de arte, redação e apresentação do produto, com a possibilidade de defendê-lo e explicar qual foi o caminho para construção”, relata a aluna.

Thais destaca que os professores Victor Mazzei e Gustavo Coutinho, responsáveis pela agência, auxiliaram ela no processo de desenvolvimento da campanha. “Foi bem bacana, porque tive o suporte deles para construir a ideia. Digo que a base veio da minha cabeça e eles foram aperfeiçoando”, conta Thais.

4b896b21435699.563012f983ad9

Mockup criado pela ex-aluna da Faesa Thais Peixoto para a campanha do Dia Nacional da Alfabetização

1507104_330013877207214_9171970195165094669_nO aluno Guilherme Gonçalves e a aluna Alice Áquila, do 6º período de Publicidade e Propaganda, também já participaram do concurso. Com o projeto “Tem que ter saco pra reciclar“, uma proposta para facilitar e incentivar a reciclagem de lixo doméstico, eles conquistaram no ano passado o segundo lugar da disputa. Para Gonçalves, a competição foi uma oportunidade de colocar em prática os conhecimentos adquiridos na faculdade.

“O bônus de participar do Ecos Mostra, assim como de qualquer outro concurso, é que você pode colocar em prática tudo aquilo que você aprende em sala de aula”, diz o aluno, responsável pela direção de arte do projeto.

Ele e a colega, redatora da peça, não só desenvolveram a ideia, como também se preocuparam em saber o que aconteceria se ela fosse adotada. “A gente pesquisou mesmo como seria se a nossa ideia fosse de fato implementada, e isso é interessante, porque a gente começa a pensar como a nossa profissão pode impactar a realidade”, conta Gonçalves.

Tem que ter saco pra reciclar

Mockup criado para a divulgação do projeto “Tem que ter saco para reciclar”, do aluno da Faesa Guilherme Gonçalves

julia retratoJá os alunos Júlia Soresini e Renan Mendes inscreveram a peça “Bicicleta, invista com sabedoria” na edição de 2015 do Ecos Mostra e conquistaram uma das cinco vagas para a final do concurso, entrando para a concorrida shortlist. O intuito do projeto era incentivar a utilização de bicicletas na mobilidade urbana, como alternativa para diminuir os frequentes engarrafamentos.

O concurso era sobre substituir o uso do carro pelo da bicicleta, e minha ideia final foi: queria um carro de parar o trânsito? Conseguiu! Bicicleta, invista com sabedoria. Isso porque hoje em dia as pessoas sonham em ter um carro, o mais bonito, caro e veloz possível, mas se esquecem de todos os contras, como trânsito, poluição e etc”, diz Júlia.

A estudante conta que precisou manter a firmeza para superar os obstáculos enfrentados durante a elaboração do projeto, ressaltando a importância da persistência. “O resultado me trouxe um ensinamento não só para área acadêmica, mas para a vida: escute o que os outros têm a dizer, eles podem contribuir sempre, mas nunca desista de você e de lutar pelo que almeja”, afirma a aluna do 6º período.

4d595b31289097.564a32c2c054a

Arte criada para o projeto “Bicicleta, invista com sabedoria”, inscrito pelos alunos Julia Soresini e Renan Mendes no Ecos Mostra 2015

E aí, vai participar? Então siga as dicas:

15494_730400140388167_3866875347105625259_n

Thais Peixoto Primeiro lugar em 2014

Participem, leiam e pesquisem trabalhos antigos! É uma ótima possibilidade de crescimento profissional e pessoal. Indico o concurso para todos os alunos que querem conhecer os processos de um ‘criativo’. É desafiador e muito interessante.

 

 

12823459_974225029339009_8516960752207676688_o

Guilherme Gonçalves Segundo lugar em 2016

Tente sem medo! É um concurso, você pode ter uma peça selecionada ou reprovada, mas de qualquer forma você sempre vai estar ganhando. Caso sua peça for aprovada, então você vai ganhar a crítica dos jurados. Caso for reprovada, você vai procurar saber o feedback, saber o que está faltando na ideia para ficar mais fechadinho.

 

 

16105805_1078944328901200_3131531573950054356_n

Júlia Soresini Entrou para a shortlist em 2015

A dica que eu dou é que hoje em dia as pessoas só enxergam o resultado e esquecem do caminho. Não adianta querer tudo e lutar pouco. A vitória nem sempre é garantida, mas você pode crescer muito no processo!

 

 

14915178_1173790376047213_3001310388376516275_n

Gustavo Coutinho Professor de Publicidade e Propaganda

É preciso dissecar o briefing, ler cada frase com cuidado e entender muito bem. Ajuda também ver referências do que já foi feito sobre o assunto tratado, estudar as peças que entraram no shortlist dos anos anteriores para ver o tipo de peça que costuma concorrer e saber o caminho que você pode direcionar o seu trabalho. É importante também fazer de forma antecipada o processo de criação, porque quando se deixa para cima da hora há a possibilidade de não se fechar o trabalho da forma que foi planejado.

15589973_1215545201873656_1766582920364522641_n

Victor Mazzei Professor de Publicidade e Propaganda

É importante ousar! É um concurso de criatividade, então tente fazer algo que saia do lugar comum. É preciso também ler bastante o regulamento. Às vezes há uma ‘mina de ouro’, uma deixa escondida ali, e é aquilo que o aluno tem que explorar para fazer uma peça bacana. É preciso estar bem atento e viver bastante o que está no briefing para fazer uma criação bem adequada.

 

19693788_1364563776962469_2790655878026140999_o

Felipe Tessarolo Professor de Publicidade e Propaganda

Antes de começar a criar, interprete bem o briefing e identifique bem o público alvo. É importante trabalhar essas questões pré-criativas, fazendo pesquisas antes de ir para a parte criativa de fato.