Internet, mais um palco de racistas

Texto desenvolvido por Jaciele Simoura do 6° período de Jornalismo para a disciplina de WebJornalismo ministrada pela professora Marilene Mattos.

A internet chegou e ficou. Ficou para nos mostrar que somos um país racista

Eu acredito que exista um racismo, mas muita gente acaba levando qualquer coisa a sério, não pode fazer uma brincadeira”, escreveu alguém em um site de jornalismo online.

“Mais uma se fazendo de vítima, na minha época ninguém reclamava, todo mundo levava numa boa”, escreveu outro.

Esses comentários são apenas alguns dentre milhares encontradas em sites de jornalismo online que denunciam casos de racismo. Todos eles acusando um negro de se fazer de vítima. Não foi preciso ir muito longe para achar esses comentários, precisei só entrar em uma noticia sobre a vencedora do Miss Brasil e de praxe tinha vários comentários de cunho racista.

Nas últimas semanas Monalysa Alcântara, vencedora do Miss Brasil, foi mais uma vítima do que tem se tornado frequente na internet de brasileiros, ataques racistas. De origem negra e nordestina, suas redes sociais foi alvo de vários brasileiros citando de forma ofensiva sua cor de pele, cabelo e até o fato de ser nordestina.

Racismo_crime

Imagem: Carta Potiguar

Desde que a internet ficou popular no país, a SaferNet, uma instituição que recebe queixas de violações de direitos na internet, já recebeu mais de 469.000 denúncias de casos de racismo, sendo o segundo crime com maior número de denúncias, perdendo apenas para pornografia infantil, colocando assim o país no ranking de países mais racistas do mundo.

Para o psicólogo Ronaldo Marangoni, preconceito não é nada além do mundo do desconhecido.

Preconceito é o medo do desconhecido, todos nós temos, só que se torna algo perigoso quando se torna violento, apesar de que, nós somos um país de várias cores e culturas, mas ainda assim está enraizado esse medo e a ideia de que o negro é uma raça abaixo do branco, tanto pelo contexto histórico do Brasil”.

O racismo saiu das ruas e se enraizou nas redes sociais, não é difícil encontrar casos onde algum famoso foi alvo de ataques racistas, mas esses são casos que vão a público, porém há ainda aqueles que sofrem calado, não denunciam e acabam não entrando nas estatísticas, sendo assim, os números vão muito além do que divulgados.

Tais Araujo - racismo

Exemplo de racismo que aconteceu na internet, sofrido pela atriz Tais Araujo

Racismo é crime, saiba o que é e como denunciar.

info-como-denunciar