Egresso da Faesa garante o 28º Prêmio Europa de Comunicação

Na  segunda feira (25), ocorreu em São Paulo, a 28ª edição do Prêmio Europa de Comunicação. Em meio a mais de 200 inscritos de reportagens do impresso, On-line e audiovisual, o egresso de jornalismo da Faesa, Altier Moulin foi um dos 9 jornalistas que garantiram um prêmio na competição.

Altier tem um blog pessoal, o Pé na Estrada, sobre relato de viagens que faz pelo mundo. Essa ideia surgiu a partir de uma brincadeira de amigos, mas atualmente já atinge patamares elevados de acessos. “O blog nasceu como uma brincadeira entre amigos, mas, com o passar do tempo, ele foi crescendo e acabou se tornando a minha principal atividade profissional. Hoje, são quase meio milhão de acessos e quase 30 países visitados”, explica o jornalista.

Para a escolha dos lugares para explorar, o jornalista confessa que é uma junção do que o leitor teria vontade de visitar, com seu próprio gosto pessoal por roteiros com aventuras, distantes dos habituais e que tenham uma história por trás.

Eu sou apaixonado por destinos diferentes, distantes dos grandes roteiros. Assim, sempre procuro lugares novos e que têm uma história importante a nos contar. Também gosto de natureza e aventura. Então, os destinos são escolhidos por um gosto pessoal, inicialmente, mas também levo em consideração o que é importante para o leitor. Sempre penso: será que o meu leitor viajaria para este lugar?”, ressalta Moulin.

A reportagem premiada de Altier ganhou em primeiro lugar na categoria On-line. Nela, o jornalista descreve um fato histórico de sofrimento do século passado. Ele abordou todos os passos que teve ao visitar o campo de concentração de Terezín, localizado perto de Praga, na República Tcheca. Para o egresso, Terezín é uma cidade peculiar, sendo que obteve sensações até do passado do lugar ao percorrer suas nuances. Ainda, por não conhecer e nunca ter ouvido falar antes de ir lá, se tornou uma grande descoberta pessoal. “Andar pelas ruas de Terezín e visitar o campo de concentração mexeu muito comigo. Quando deixei a cidade, não sabia o que pensar, o que escrever”, compartilha Moulin.

Em 2007, formou-se na Faesa, instituição que segundo o egresso, teve um aglomerado de saberes durante o curso que contribuíram para sua formação profissional e na busca por fatos novos, além de auxiliar a fazer um empreendimento próprio.

A faculdade foi um lugar de experimentação e de aprendizado que, hoje, eu valorizo muito mais. As aulas de fotografia me ajudaram muito na hora de pensar na composição das imagens de forma que ela transmita a emoção que senti. As aulas de redação, claro, que me proporcionaram a prática da escrita. As aulas de assessoria de imprensa, que me ensinaram como lidar com os dois lados do jornalismo. E até disciplinas teóricas, como planejamento e marketing, me deram muita bagagem para levar à frente um negócio próprio”, reconhece o jornalista.

A ideia para se inscrever no Prêmio Europa de Comunicação, veio de repente. Sem pretensão, Altier recebeu um release da competição e após isso, decidiu colocar sua reportagem de Terezín como um dos concorrentes. E conta que nem passou na mente conquistar a colocação principal. “Na hora, o campo de concentração me veio à memória e decidi concorrer com esse texto. Eu jamais imaginei que poderia vencer, porque tinha visto os ganhadores do ano anterior e a maioria era de grandes veículos nacionais, principalmente de jornalistas do eixo Rio-São Paulo”, relata.

Por fim, descreve que ganhar essa premiação, representa que está seguindo o caminho certo e que informar os leitores da melhor forma possível é sempre o melhor que pode fazer.

Representa que estou no caminho certo. O texto que me deu o Prêmio é mais um dos que escrevo todos os dias. Eu não escrevi um texto para ganhar o Prêmio. Escrevi para informar meus leitos da melhor forma possível. Nele eu procurei transmitir a minha percepção, por que é isso que os leitores do blog querem saber, mas também coloquei informações práticas e essenciais para que as pessoas pudessem planejar uma viagem para lá. Então, isso é um indicativo de que o modelo é esse”, conclui o jornalista.

IMG_7441.jpg
Altier Moulin, Manoela Aragão (representando Pedro Vedova) e Paulo Basso Jr / Foto: Arquivo Pessoal

Prêmio Europa de Comunicação

Ultimas_semanas_para_inscricao_no_Premio_Europa_de_Comunicacao_2017.jpg
Foto de divulgação da premiação de 2017

O Prêmio Europa de Comunicação acontece anualmente no Brasil como forma de homenagem e prestigio aos profissionais da comunicação que produzem materiais sobre a Europa e difundem assim a cultura, destinos turísticos e a imagem do continente europeu para os brasileiros.  É organizado sempre pela Comissão Europeia de Turismo na América Latina.

O prêmio está dividido em três categorias: Melhor Matéria Impressa (reportagem ou série fotográfica original publicada em uma revista ou jornal impressos), Melhor Matéria Online (reportagem ou série fotográfica original publicada na internet, blog, portal, jornal ou revista digital) e Melhor Matéria Audiovisual (reportagem original divulgada em TV, rádio ou internet de, pelo menos, 30 segundos de duração).

A premiação conta sempre com um júri de especialistas do setor de comunicação e turismo, além de representantes dos países membros da Comissão.

Nesse ano, a cerimônia ocorreu na Casa Consular da Bélgica, onde foram entregues aos primeiros colocados de cada categoria uma viagem com acompanhante para Croácia, Eslovênia e Portugal.

Foto de destaque: Altier Moulin, ao meio, com coordenadores do evento / Arquivo Pessoal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: