Que bom seria se vivêssemos Só de Notícia Boa

Seria uma maravilha se sempre os tabloides onlines, televisão, rádio, impressos e todos os outros meios que publicam notícias, transmitissem apenas notícias boas nas suas edições. Infelizmente isso não é possível, frente as necessidades da profissão de informar a sociedade sobre aquilo que acontece diariamente na nossa sociedade.

E o que acontece sempre não são só fatos que todos queriam ouvir, escutar e ler. Vai além de preferências da organização jornalística em sua maioria das vezes. É claro que existem alguns veículos que extrapolam nos limites informativos e inundam os noticiários com uma exploração da tristeza alheia. Mas aqueles segmentos sérios e preocupados não só com a audiência, apresentam no seu todo, jornalistas que gostariam de levar rotineiramente alegrias e boas novas.

giphy (4)
Roberto Benigni em A Vida é Bela. O filme lembra a proposta do Só Notícia Boa

Espelhados na ideia de levar boas novas, o jornalista Rinaldo de Oliveira  criou o portal online Só Notícia Boa – jornalismo que te faz bem  em 2011, lá em Brasília/ DF. O propósito era, progressivamente, estar presente em várias plataformas de comunicação. Por conta disso o portal hoje se encontra no: Youtube, RádioFacebook, Twitter e Instagram. No Só Notícia Boa, seus apuradores, editores e repórteres lançam mão de estratégias para fugirem daqueles assuntos ruins tratados pela grande mídia. É por definição um jornalismo positivo que contagia, inspira e leva só o bem, como já diz no seu slogan.

Em uma entrevista concedida ao Faesa Digital, Rinaldo de Oliveira relata que sua maior defesa é em um jornalismo equilibrado, pautado na não violência.

Defendo um jornalismo mais equilibrado, mostrando de tudo. Não  apenas sangue, agressão, violência, pois isso faz mal para a saúde do telespectador: depressão, síndrome do pânico, etc”, explica o jornalista.

São 8 profissionais voluntários espalhados pelo Brasil e pelo mundo: 3 em Brasília, 3 em São Paulo, 1 nos EUA e 1 na Europa. Todos eles prontos para levar boas notícias através da escrita. Uma arte de escrever sobre o bem.

Confira a entrevista completa com o Rinaldo de Oliveira, em que ele relata as curiosidades sobre a criação do site, motivações, objetivos e tudo que inspira a equipe do Só Notícia Boa a ir adiante nesse projeto que completou 6 anos em agosto de 2017.

rinaldo-fatima-bernardes-close.jpg
Rinaldo de Oliveira no programa Encontro divulgando seu site / Foto: Ellen Soares/Gshow

Entrevista

Faesa Digital: Como começou o site?
R
inaldo de Oliveira: Começou meio de brincadeira, pra melhorar meu estômago. Tive uma crise de gastrite por apresentar tanta notícia ruim na TV, onde eu apresentava um telejornal local (TV Band-Brasília). Então, dei início sozinho em 2009 fazendo um pequeno blog, que em 2011 se tornou um site e ganhou o nome Só Notícia Boa. A logo marca e o layout vieram há dois anos. Hoje somos 8 jornalistas colaboradores e duas agências têm parceria com a gente para vendas e marketing.

Há 6 anos que está no ar. Qual o principal objetivo desse portal?                                   O principal objetivo é melhorar o dia das pessoas, mostrando que tem muita notícia boa e muita gente boa nesse mundo, ao contrário do que insiste em propagar a grande mídia.

Levar alegria através de notícias não é uma tarefa fácil, mas vocês conseguem. É difícil ter notícia boa na atualidade? Como definem o trabalho da mídia como um todo no que se refere à transmissão noticiosa de fatos “ruins”?                               Notícia boa tem e muita. Mas é mais barato e rápido produzir notícia ruim. Você liga na policia e eles passam um monte. As grandes redações fazem “ronda policial” a cada hora, por telefone. Notícia boa precisa de produção para achar, checar e depois gravar. Acho que a mídia carrega na mão. Defendo um jornalismo mais equilibrado, mostrando de tudo. Não  apenas sangue, agressão, violência, pois isso faz mal para a saúde do telespectador, causando depressão, síndrome do pânico, etc.

Como é composto o time do Só Notícia Boa no que se refere a quantidade e localidade. São jornalistas dedicados exclusivamente ao site, ou também exercem outras funções profissionais?                                                                                                 Como somos uma startup, não temos funcionários. Mas somos todos jornalistas e colaboradores. Por isso, cada um trabalha na sua casa e tem outras fontes de renda.

Sem título
Top 7 de notícias boas do site do jornalista Rinaldo (17/10)

De que forma são escolhidas as pautas? O que é levado em consideração?
Nossa escolha de pauta responde a uma pergunta: isso faz bem para a maioria das pessoas?! Se a resposta for sim, vira matéria no SNB.

Qual rotina de trabalho, ou seja, é estipulado quantas matérias por dia ou mensalmente?
O portal tem meta de dar pelo menos 5 noticias boas novas por dia. Os colaboradores mandam quando podem, sem obrigação. O fechamento em si é feito por duas pessoas: eu e a jornalista Andréa Fassina, minha esposa. Trabalhamos de manhã, de tarde, de noite e de madrugada nos revezando para mantermos nossa meta.

Quantos acessos o portal possui diariamente e mensalmente nas suas publicações?
A audiência já bateu 2 milhões de acessos por mês no final do ano passado. Com a mudança dos robozinhos do Facebook, que este ano fazem as postagem chegarem a menos pessoas – para te forçar a promover e pagar – a audiência caiu, mas já está subindo novamente. Nossa média diária é de 25 mil acessos.

Acreditam que vocês podem incentivar mais veículos jornalísticos a postarem mais notícias boas? Se sim, como?
Acredito sim e isso já acontece. Muitos programas de TV e rádio nos ligam para pedir contatos de personagens das nossas matérias. Viramos pauta nas grandes redações.

Como uma notícia boa pode afetar a vida de alguém? O que traz de benefícios
A notícia boa faz você acreditar no mundo e nas pessoas. E tem um poder de desestressar, animar, criar cidadãos melhores. E as pessoas querem isso. A resposta é que temos 100 novos seguidores por dia no Facebook, organicamente, sem pagar. É no boca-a-boca.

O Só Notícia Boa já garantiu muitos prêmios. Em 2012, o Prêmio Engenho de Comunicação; depois em 2013, o The Site Of The Year – Melhor Site e o Site Mais Popular; 2015, ficou entre os 10 Principais Destaques da Mídia Brasileira, no Prêmio Comunique-se. Ano passado vocês levaram o Prêmio MCB 2016 e nesse ano, o Prêmio CNBB de Comunicação 2017. O que representam todas essas premiações já recebidas pelo portal?
Os prêmios servem pra mostrar que a gente está no caminho certo. Além disso, que quebramos paradigmas criando um portal de notícia boa e até existe público querendo isso. E também que nem todo jornalista é “urubu”, “carniceiro”, como muitos tem essa concepção.

Rinaldo-5-e1491494012721
Rinaldo de Oliveira com o 50º Prêmio CNBB de Comunicação 2017 / Foto: AFIPE

Filosofia SNB

Já conhecemos um pouco de toda história envolta na criação do Só Notícia Boa. Agora para terminar, vamos adentrar em sua filosofia – aquilo que pauta os nobres jornalistas a serem positivamente do “contra” ao noticiário padrão- e suas colocações a cerca da positividade que pregam.

  • Disseminamos o bem com notícias boas
  • Defendemos direitos iguais para todos os seres
  • Repudiamos qualquer tipo de preconceito
  • Valorizamos a superação
  • Incentivamos amor, solidariedade e boas ações
  • Defendemos a sustentabilidade do planeta
  • Acreditamos na educação para transformação da sociedade
  • Defendemos os direitos dos animais
  • Acreditamos na ousadia, no empreendedorismo, na força das pessoas
  • Não temos ligações políticas
  • Não temos ligações religiosas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: