Exposição na Biblioteca: Plástica e Consciência Negra

A Semana da Consciência Negra tá aí, né? Aproveitando a importância da data e o interesse dos alunos pelos temas referentes à cultura Afro-Brasileira, o professor e artista plástico, Rosindo Torres, aproveitou para realizar uma exposição que diz muito sobre esse momento, através de peças de arte, feitas em tecido de algodão.

Os trabalhos expostos são resultados criativos da elaboração de protótipos de design de estamparia e revestimento, realizado pelos alunos do 2º período do Curso de Design e Moda da FAESA, sob a supervisão do professor.

O intuito é estimular o lado criativo dos alunos. A disciplina que leva o nome de Plástica, é perfeita para este tipo de trabalho, uma vez que criar superfícies faz parte da metodologia da disciplina.

Os alunos tinham como tarefa fazer uma estamparia, a partir de uma imagem real da África escolhida por eles. O próximo passo era o da estilização. Um detalhe importante, todos os desenhos que estampam os tecidos foram feitos no Power Point, ou seja, mais uma tarefa para os alunos, que deram conta, e muito bem! O resultado desse trabalho está exposto na área central da Biblioteca da faculdade.

Um dos personagens principais para a realização do projeto é a Gestora das Bibliotecas da FAESA, Alessandra Pattuzzo, que abraçou a ideia e pensou com cuidado qual seria o melhor espaço para receber as peças criadas pelos alunos da UAD – Unidade de Arquitetura e Design.

O projeto pode ser visto da área externa da Biblioteca, ou seja, da Praça Verde, o que atraí a atenção dos alunos que passam por ali e os levam até o espaço físico que recebe as obras. Do interior da Biblioteca a vista é igualmente linda. Difícil é não encher os olhos com o trabalho feito pelo professor Rosindo Torres e seus alunos.

Se você ainda não teve a chance de conferir ao vivo e a cores o material exposto por lá, temos aqui uma prévia do que é essa beleza toda:

 

Tudo muito lindo e incrível, sim ou sim? Não perde a oportunidade porque vale a pena dar uma conferida pessoalmente.

Saiba mais:

A Semana da Consciência Negra é celebrada, no Brasil, no dia 20 de novembro. A data foi escolhida em homenagem a Zumbi dos Palmares, que morreu nessa data, em 1695, lutando pela liberdade de seu povo.

Lei 10.639 de 2003

No dia 09 de Janeiro de 2003, a lei 10.639/03 incluiu o Dia Nacional da Consciência Negra no calendário escolar. A lei torna obrigatório o ensino sobre sobre as diversas áreas da história e cultura Afro-Brasileira, considerando-a como estudo complementar.