O jornalista é responsável por buscar, investigar, redigir e transmitir notícias pelos meios de comunicação, como jornais, televisão, rádio e internet. Ele deve participar de toda a produção das notícias: investigar, apurar e organizar todo o processo de redação. O profissional pode ter diversos cargos, como repórter, editor, cinegrafista, fotógrafo e assessor de imprensa.

Aqui na FAESA, durante quatro anos, os alunos aprendem a dominar a língua portuguesa, expressar-se oralmente, editar vídeos e fotografar. Eles já começam o curso com disciplinas práticas.

523014435

Experiência de uma caloura

Isabella Arruda, 26, é advogada e considera o curso de Direito uma experiência frustrada diante de suas expectativas pessoais. Com o Jornalismo, entretanto, identifica-se completamente, mesmo que ainda no primeiro período. Na FAESA, gosta muito dos professores, acha que são muito receptivos frente a dúvidas e sugestões. As matérias contribuem para a sua vida extra acadêmica e o curso a surpreendeu por ser muito mais do que ela esperava.

Praticamente todas as matérias têm um lado prático. Apesar dos professores, antes, explicarem a teoria e indicarem livros, podemos ir a campo e conhecer por nós mesmos o que vimos em sala de aula. Os trabalhos que são exigidos nos colocam, de alguma forma, na realidade da profissão. Temos que pegar a câmera, filmadora e encontrar fontes”, relatou Isabella.

Para o futuro, espera que o curso a prepare ainda mais para o mercado de trabalho e que continue oferecendo os recursos necessários para que ela se torne uma boa comunicadora, não só voltada para as mídias convencionais, como também incluindo os avanços da tecnologia e as mídias digitais.

WhatsApp Image 2017-11-23 at 14.57.28
Isabella com a turma na aula de fotojornalismo.

Entrevista com uma veterana

gabiFizemos algumas perguntas a uma formanda do último período do curso de Jornalismo da Faesa. Gabriela Soares tem 22 anos e nos contou um pouco de como foi sua jornada no curso durante esses últimos quatro anos, além da sua experiência no processo de produção do trabalho de conclusão de curso (TCC)

Faesa Digital – Por que você escolheu o curso?
Gabriela Soares – Sempre gostei dessa parte de comunicação, meus pais sempre falavam que eu era muito comunicativa e às vezes até tagarela demais. Então resolvi fazer algo mais direcionado à comunicação com as pessoas.

Em relação à teoria e prática, como você classifica o curso?
Eu não tenho o que reclamar. A base que foi dada já foi mais que suficiente, mas quando começamos na prática, pude ver como a base é de extrema importância.

Você teve mais dificuldade em alguma matéria?
Sempre achei que tive mais dificuldade nas matérias de texto. Para mim, é mais difícil escrever o que você pensa e colocar no papel, do que você já ir falando. Mas consegui e passei em todas.

Em qual período você percebeu que escolheu o curso certo?
No 4º período, quando comecei a ter mais matérias práticas, a ter mais contato com o que é o jornalismo mesmo.

Como é a estrutura da FAESA no curso?
Não tenho mesmo o que reclamar, a assistência é muito boa, os laboratórios e equipamentos também, todos de alto nível, além da atenção que temos dos professores, que acaba se tornando uma amizade mesmo.

Você fez estágios na faculdade?
Na faculdade não cheguei a fazer, mas conheço pessoas que fizeram e todos disseram que saíram preparados para o mercado de trabalho.

E fora?
Comecei a estagiar do 3º para o 4º período. Primeiro em assessoria de imprensa, depois fui auxiliar na comunicação interna de uma empresa de tecnologia e hoje sou social mídia em uma cooperativa.

Você já está terminando o curso e fazendo seu TCC. Qual tem sido a maior dificuldade?
Acho que controlar o emocional. Como disse, a base que tive me auxiliou muito nesse trabalho final. O que as vezes atrapalha é o medo de não conseguir entregar, algo dar errado… Coisas de formando.

Como você se sente olhando para esses últimos quatro anos de curso?
Primeiro eu penso em como passou rápido, lembro exatamente do primeiro dia de aula. Mas também vejo o quanto mudei e amadureci e como me sinto preparada para o mercado de trabalho.

Qual o recado que você daria para alguém que pensa em cursar Jornalismo?
Acho que o principal é gostar de se comunicar, gostar de conversar com gente e de histórias. Essa é a principal característica no meu ponto de vista.

Por que a pessoa deveria escolher a FAESA?
Pela estrutura, pelo nome que a instituição já possui e pela assistência ao aluno.

WhatsApp Image 2017-11-14 at 13.41.33
Gabriela e alguns colegas de turma no terceiro período
WhatsApp Image 2017-11-14 at 14.51.02
Gabriela e seus colegas recentemente, no oitavo período

As perspectivas são promissoras

Tanto para a caloura como para a veterana, o futuro promete grandes oportunidades. A estrutura da FAESA, do curso e a dedicação do aluno são a fórmula do sucesso.

 

 

Posted by:Mariana Martinez

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s