Confira como foi a apresentação dos projetos de Pesquisa e Extensão

Na tarde da segunda-feira da semana passada, 04, aconteceu a apresentação dos resultados dos projetos de Pesquisa e Extensão que foram realizados no ano de 2017. A partir do ano que vem essa atividade se tornará uma prática institucional, fazendo parte do planejamento da FAESA, assim, todos os alunos que fizerem iniciação científica e projeto de extensão já estarão avisados desde o início do ano que isso ocorrerá.

É um momento muito importante, porque a gente consorciou áreas de exatas, de humanas, biológicas e de saúde”, disse Bianca Rodrigues de Souza, gestora do Núcleo de Pesquisa e Extensão.

IMG_6050
Alunos, professores e funcionários na apresentação

Esse evento foi um marco de fechamento dos projetos que aconteceram em 2017. Dentre os objetivos do evento podemos citar o fechamento de ciclo, de encerramento de projeto, de valorização dos alunos e professores, divulgação dos resultados, valorização da iniciação científica, valorização de extensão e de aproximação dos parceiros.

Dessa forma, foram realizados mais de 70 projetos nesse ano, porém, no evento foram apresentados 28, com a participação de 17 professores da instituição.

Objetivo

A apresentação dos projetos de Pesquisa e Extensão teve (e continuará tendo) o objetivo de socializar as diferentes áreas de cursos, fazendo com que se relacionem mais entre eles.

Porque ficamos tão focados apenas no nosso que esquecemos de prestar atenção aos projetos super interessantes dos demais cursos”, diz Bianca.

Esse ano foi feito apenas um convite aos que participaram desses projetos. Mas a partir do ano que vem, essas apresentações se tornarão parte do planejamento institucional, ou seja, o Núcleo de Pesquisa e Extensão irá divulgar os editais dos projetos mais cedo e, assim, fará com que mais alunos participem.

Dessa forma, todo final de semestre terá um fechamento, cujo intuito é escutar os alunos e professores, o que deve manter e o que deve melhorar, além de oportunizar o aluno a obter conhecimento de outros cursos.

Como fazer um projeto

A primeira coisa que se deve fazer para realizar um projeto de extensão é o mesmo ser vinculado ao curso do aluno e ele procurar um professor que esteja na dinâmica da disciplina. Esse professor vai elaborar o projeto e aprovar juntamente com a coordenação, que irá realizar o encaminhamento, já que ela tem um roll de projetos que atua dentro do curso, assim, ela vai avaliar se o projeto está dentro da estratégia da faculdade de atuação. 

São vários os tipos de projetos e o seu destino. Exite os que nasceram no curso e se tornaram institucionais e os institucionais que migraram para os cursos, dessa forma, tem-se as duas vias. 

Projetos com parceria

Além disso, no mesmo dia na parte da noite teve a certificação dos projetos com os parceiros, no mini auditório da FAESA, por comportar maior número de pessoas e por aqueles projetos terem obtidos um grande impacto social. Dentre eles, estão:

Gazeta Lab, que teve a iniciativa de promover maior interação entre o mercado de trabalho e o ambiente acadêmico, com o intuito de desenvolver novos projetos. Cuja proposta é de fornecer lugar para a troca de experiências e desenvolvimentos de projetos inovadores, envolvendo profissionais da Rede Gazeta e alunos de faculdades da Grande Vitória. No entanto, a FAESA foi uma das instituições a participar, com o aluno Lorezeno Mariani do 2° período de jornalismo que nos diz ter sido muito útil ter participado do projeto. “Foi um crescimento profissional sem explicações!”, diz o aluno.

Os anjos da Jornada Científica que tomaram destaque nesse ano, por causa do excelente trabalho no evento. Os anjos FAESA, como ficaram conhecidos os monitores da Jornada, participaram de toda a logística do evento para que tudo acontecesse da melhor forma possível. Desde a inscrição dos alunos nas oficinas e cursos como impressão de material para os professores, distribuição de água, verificação de sala, acompanhamento de lista de presente em sala, dando apoio aos professores ficando de prontidão nas salas para ajudá-los, como solucionar dúvidas dos alunos.

 Cuidamos para que a jornada acontecesse sem nenhum imprevisto”, diz o estudante do 4° período de Publicidade e Propaganda, Estevão Fortunato.

De acordo com Estevão, o mais relevante foi o trabalho em equipe. Na jornada ele colocou isso em prática, já que tinha contato com trabalho em grupo apenas em sala de aula, o que é bem diferente. “Isso fez com que eu desenvolvesse maior compromisso com os horários, uma vez que tínhamos que bater ponto na chegada e na saída”, diz o estudante.

Outro ponto relevante foi a interação com as pessoas de outros cursos, ” Tivemos uma imensa troca de conhecimento em diversas áreas, pois haviam pessoas de cursos diferentes e levávamos experiências e termos do nosso cotidiano e assim sucessivamente. Achei isso muito importante porque, muitas vezes, ficamos muito limitados a interagir apenas com o pessoal da nossa área e acabamos esquecendo dos outros alunos, sendo que passamos uns pelo os outros nos corredores da faculdade todos os dias”, relata Fortunato

Importância

Segundo Bianca, é importante que os alunos que queiram ir além da sala de aula conheçam que tem esse movimento na instituição, pois eles possuem a oportunidade de conhecer os trabalhos e se engajarem nesses projetos.

O negócio é prestar atenção nas oportunidades, sabendo o peso dela quando sair no AVA, que muitas vezes passa despercebido. Por exemplo, quando abrir o processo seletivo dos anjos para a jornada do ano seguinte, os alunos já vão ficar mais atentos  na missão.”, diz Bianca.

Nesse sentido, o Campus fica sempre movimentado durante todo o semestre.

Cada evento é uma ansiedade, é uma preocupação pra dar tudo certo, uma preocupação para que os alunos gostam”, diz Bianca.

Projeto de Extensão

Um exemplo dos projetos que foram apresentados, o professor Felipe Maciel Tessarolo apresentou os projetos coordenados por ele, o Núcleo de Criatividade Digital (NCD) e o Faesa Digital.

IMG_6028
Professor Felipe Tessarolo apresentando o projeto NCD

O NCD foi criado em 2014 de forma voluntária, com a ideia de criar um núcleo onde os alunos, principalmente os de Publicidade e Propaganda, pudessem desenvolver a parte de pesquisa e aproximar o aluno do mercado, praticando aquilo que eles veem na sala de aula. O principal foco é juntar teoria, informação e entretenimento. A publicidade trabalha com o que está em alta com o público, qual a série do momento, por exemplo, e baseado nisso que são produzidos os artigos e as postagens nas plataformas virtuais, como o próprio blog, página no facebook, o instagram e os vídeos NCD News, que foi a novidade desse ano, com a parceria da TV Faesa que ajuda na gravação. Além de ter ganhado o prêmio de melhor blog do Brasil no intercom de 2017.

A Faesa Digital possibilita que o aluno, principalmente os de Jornalismo, coloca na prática o que aprendeu em sala de aula, como textos jornalísticos através da produção de matérias.

tvfaesa1
Professor William de Oliveira apresentando o projeto Tv Faesa

A TV Faesa é um projeto de extensão com professor de jornalismo William de Oliveira a frente. É um canal de TV, sendo ela a primeira TV Universitária do estado e proporciona que o aluno desenvolva e pratique o que aprendeu em sala de aula, ou até mais. Seus vídeos são postados no facebook e youtube.

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: