Criação de videoclipe: projeto de Publicidade

giphy.gif

Os estudantes do 4º período do curso de Publicidade e Propaganda da FAESA desenvolveram um videoclipe como projeto de nota final do semestre, destinado à disciplina de Produção e Direção Audiovisual, ministrada pelo professor Felipe Campo Dallorto.

O trabalho realizado serviu como primeiro contato dos alunos com a linguagem audiovisual, propondo a eles que criassem uma narrativa para uma música e que fossem, sem dúvidas, criativos. Em conversa com o docente foi mencionada a ideia de promover a cultura local.

A sugestão era de que eles trabalhassem com bandas daqui do estado. Acho que é uma vantagem, porque o próprio músico pode pegar esse trabalho e divulgar. Então o trabalho sai da faculdade para ser divulgado pela banda fora. E, ás vezes, se eu pego uma Marisa Monte, por exemplo, e uso um produto desses, eu não consigo nem colocar no Youtube pras pessoas assistirem. Então era só uma sugestão, mas era livre pra cada um trabalhar”, comenta Dallorto.

Em conversa com a aluna Lívia Reim Alves Dias, 19, a qual integrou um dos grupos responsáveis pela produção de videoclipe (que pode ser visto abaixo), ficaram claras as etapas traçadas para o trabalho: “Primeiro, em sala de aula, o professor explicou o que é um videoclipe, qual é a linguagem, como escrever um roteiro, qual o tipo de narrativa que geralmente acontece e passou os requisitos do trabalho. E aí a única exigência era que a gente contasse uma história, independente da forma como a gente fosse contar. Depois cada grupo escolheu sua música e aí a gente desenvolveu o roteiro e destrinchou como seria o clipe”.

Como um trabalho acadêmico de metade do curso, dificuldades surgem e são completamente naturais a um processo de aprendizagem. A este respeito, acrescenta Lívia: “A gente aprende umas coisas de figurino, como a não usar muito branco, já que sou muito branca e poderia refletir muita luz. Posicionamento de câmera também, porque a gente vê muito na teoria: plano aberto, plano fechado. E na hora de gravar, você vê que cada detalhezinho que é colocado vai mudar o sentido do que você quer passar. A gente aprende que tem que ter muita paciência pra gravar porque vai repetir a mesma coisa um milhão de vezes. É paciência e organização”.

5c78b795-4e34-484c-922d-3baab94f60db.jpg
O grupo composto por Melissa Regina Ribeiro, Livia Reim, Caio Patez e Monik Sagrillo

Já a estudante Melissa Regina Ribeiro, 21, acrescenta que os membros do grupos moravam longe um do outro e isso também complicou o processo. “A gente teve algumas dificuldades como o nosso deslocamento, por morar todo mundo meio distante do outro e também a questão dos equipamentos que eram caros e pesados e às vezes tínhamos medo de andar com eles na rua, mas nada que tenha atrapalhado o projeto”, esclareceu.

Em relação aos diferenciais de bagagem que o curso de Publicidade e Propaganda trouxeram, Lívia expõe: “No geral, a organização. A gente aprende que deve ser muito meticuloso na hora de criar alguma coisa, mesmo em projetos de marketing ou na área de redação, a gente aprende isso. Isso é importante na hora de gravar um videoclipe, em que precisamos ser bem específicos com o que queremos. E na área de redação a gente aprende a ter um pouco de poesia na hora de escrever e a gente tenta trazer isso para a imagem na hora de escrever o roteiro. Tudo meio que se completa”.

Sobre o resultado, a fala do professor traduz encanto: “Tivemos trabalhos bem interessantes, entendendo que é o primeiro trabalho. O videoclipe permite essa experimentação da linguagem. A gente vê bastante a noção de enquadramento, e, ao mesmo tempo, a desconstrução de narrativa, que pode ser uma linguagem linear ou pode ser desconstruída, então apareceu de tudo. E a ideia é a de que esta disciplina repita este projeto, que não aconteceu pela primeira vez e eu acho que é legal ter essa liberdade criativa, eles acabam se permitindo mais”, define Felipe Dallorto.

Foi muito legal colocar em prática o que a gente aprendeu nessa matéria e em outras que ajudaram a complementar o trabalho, além de que foi bem divertido porque exploramos bastante nossa criatividade. Foi a gente que escolheu a música, o cenário, o enredo, tudo”, finaliza a estudante Melissa.

Para quem gosta de música, com certeza esse projeto traz um pouquinho de inveja! Quem não queria produzir um videoclipe, escolher cada cena criteriosamente? Deve ser uma experiência e tanto mesmo! Ficam o orgulho pelos resultados maravilhosos e a ansiedade para conferir os clipes dos próximos semestres! E segue mais uma produção do 4º período, logo abaixo!

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: