Erros de português vergonhosos

Todo mundo sabe que, na Internet, os usuários das redes sociais não costumam utilizar a concordância verbal ou a norma ortográfica corretamente. Vários memes são criados com erros de português e, diariamente, muitos são os internautas que postam algo no Twitter com algum erro absurdo (para os nossos pais) ou legais demais (para os mais jovens, como nós).

Ou seja: na Internet, temos um tipo de linguagem que todo mundo aderiu de forma bem rápida e, ao pegar um papel para escrever ou produzir um trabalho muito importante, temos outra linguagem, com muitas diferenças, com a concordância e a ortografia corretas.

giphy (4).gif

O problema é que são poucas as pessoas que percebem esses erros e, aquelas que não percebem acabam passando vergonha. Os erros mais comuns são aqueles que envolvem como se escreve uma palavra, como “nada haver” ou “nada a ver”, “onde” ou “aonde” e outros.

Quer saber como não passar vergonha em nenhum lugar? Então presta atenção nas nossas dicas!

A alguns anos atrás / Há alguns anos

Se você quer falar de uma situação que aconteceu anos atrás, pode dizer apenas “Fulano sofreu um acidente há cinco anos” ou “Fulano sofreu um acidente cinco anos atrás”. Usando o verbo haver (há) na primeira frase, já indica que o tempo passou, então o advérbio atrás não precisa ser colocado. Fica um pouco repetitivo e feio, né?

giphy.gif

Há / a

A primeira forma é do verbo haver, que tem o sentido de existir, como em: “Há muitas razões para chorar” (existem muitas razões para chorar). A segunda forma é usada todas as vezes que o sentido da frase não envolve nada que exista, por exemplo: “Bernadete só vai chegar daqui a pouco”. As duas palavras possuem a mesma pronúncia, mas não a mesma escrita.

giphy (5).gif

A gente / agente

Se você quiser ser como o James Bond (ou algum outro, como da SHIELD ou a Agent Carter – ambos da Marvel), pode se chamar de agente. Agora, se você quiser dizer que está com alguns amigos e que vão lanchar ou sair, pode dizer: “a gente vai ali lanchar”. Seria a mesma coisa se você dissesse: “nós vamos ali lanchar”.

giphy (6).gif

Mais / mas

Ao usar o advérbio mais em alguma frase, alguém está pedindo algo (“me dê um pouco mais de suco, por favor?”) ou intensificando algo (“fale um pouco mais baixo”). Já o advérbio mas é comumente usado para oposição de pensamentos, por exemplo: “Berenice estava sorrindo, mas se sentia triste por dentro”. Errar a escrita dessas duas palavras fica feio na frente do crush, hein!

giphy (1).gif

Mal / mau

Temos uma dica para escrever essas palavras corretamente: se você não estiver se sentindo bem, você vai estar mal. Se você não estiver em um bom dia, você estará em um mau dia. É só se lembrar que o L é quase igual o E (nos traços) e U possui a volta do O embaixo 😉

giphy (7).gif

Outras palavras são encontradas com grafias erradas na Internet: com certezade repente se escreve separado, só se usa eu antes de verbo (“você pode tirar uma foto para eu guardar de recordação?” – não se usa mim) e várias mais. Esperamos que você tenha aprendido algo com esse post, mas será que conhece alguma palavra errada que ainda não sabemos? Cuidado pra não fazer feio, hein!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: