Diário de curso: Design de Moda e Vestuário

De acordo com os dados da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecções (ABIT), o mercado da moda é o segundo que mais emprega no país. A estimativa é de que o universo da moda crie mais 300 mil postos de trabalho até o ano de 2025. Tudo para atender às mais de 30 mil indústrias têxteis do país, que representam 3,5% do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil. Isso faz nosso país ser o 6° maior produtor de roupas, calçados e acessórios do mundo.

 Há mais de 15 anos a FAESA oferece a graduação de Design de Moda e Vestuário, o curso tem duração de 3 anos para bacharel, no turno matutino.

Encontram-se no Espírito Santo os dois maiores polos de confecção do país! É um mercado muito promissor para o estado, por isso a FAESA foca na experimentação, empreendedorismo e tecnologia. Durante os 3 anos de curso, o aluno pratica muito, sempre com a orientação de professores capacitados e articulados com o mercado.

Com as matérias de Estudo da Composição e da Cor, Marketing Aplicado à Moda, Gestão do Design, Vitrine e Visual Merchandising, o aluno não aprende somente a criar peças, mas também a comercializá-las de forma sustentável, consciente e criativa.

A FAESA tem como objetivo formar um profissional generalista, com elevado nível de conhecimento cultural, artístico, mercadológico, técnico e tecnológico do sistema de produção e criação. O profissional será capaz de promover soluções inovadoras de forma empreendedora e visão integrada, associada à criatividade.

Apesar das constantes alterações do mercado de trabalho de Moda, foi considerado que o egresso do curso proposto encontrará oportunidades de aplicação de seus conhecimentos em toda a cadeia produtiva dos ramos têxtil e de confecção, principalmente nas áreas de:

  • desenvolvimento de matérias-primas;
  • criação e desenvolvimento de novos produtos e coleções;
  • criação de aviamentos e acessórios;
  • prestação de serviços de moda, como consultoria, assessoria de imprensa, pesquisa, marketing, produção, fotografia, figurino, cenografia e mídia;
  • coordenação e assessoria de equipes de criação de imagem de moda para desfiles e editoriais fotográficos de revistas, catálogos e campanhas publicitárias;
  • concepção e assessoria à imagem pessoal de clientes, artistas e pessoas públicas;
  • visual merchandising e vitrinismo;
  • gerência de produto e ilustração de moda, ou ainda atuando como comprador e pilotista em confecções;
  • ou podendo se estabelecer com sua própria empresa.

Áreas de atuação

Estilista

Homem branco, com barba, posando para foto em um estúdio fotográfico.

O estilista Alexandre Herchcovitch.

A primeira figura que pensamos quando ouvimos a palavra “moda” é o estilista. O seu trabalho é criar peças e acessórios, lançando tendências e influenciando as pessoas. É aquele profissional que entende e cria o vestuário de seu cliente.

O estilista de moda cria coleções de roupas e acessórios, exercendo forte influência sobre a maneira como as pessoas se vestem e criando tendências de mercado. Ser estilista, não é apenas ser desenhista de moda, e sim criar um vestuário adequado a cada tipo de pessoa.

Além de criatividade, esse profissional precisa de ter uma visão global, com conhecimentos de sociologia, modelagem, desenho e história da moda.

O estilista Alexandre Herchcovitch, 46 anos, nasceu e cresceu na cidade de São Paulo. Seu contato com a moda começou desde muito novo, quando sua mãe o ensinou a costurar. Ela possuía uma pequena confecção de lingerie. Alexandre cria todo ano coleções para sua própria marca e as expõe na Semana da Moda – 7th on Sixth, em Nova York e duas vezes por ano no São Paulo Fashion Week. Ele possui 4 lojas físicas no Brasil e uma no Japão, além de  uma loja virtual.

Jornalista de moda

Resultado de imagem para Lilian Pacce

Lilian Pacce, jornalista de moda.

Dois cursos completamente diferentes conseguem dialogar? Mas claro que sim! Principalmente em revistas de moda, o profissional é muito valorizado pois ele entende e interpreta tendências dentro e fora das passarelas. Além de ser um especialista em moda, também precisa ter conhecimento de escrita.

A jornalista Lilian Pacce já foi editora e colunista de moda dos jornais Folha de São Paulo e do O Estado de São Paulo. Atualmente ela apresenta e coordena o programa semanal GNT Fashion no canal de TV paga, GNT.  Ela estudou no London College of Fashion e na Saint Martin’s School of Fashion, em Londres.

Consultor de Imagem/Estilo

Resultado de imagem para juliana marangoni

Juliana Marangoni, consultora de imagem e estilo.

O consultor é responsável por escolher as peças ideais para seu cliente. Basicamente, o profissional combina peças de acordo com o corpo da pessoa. O seu papel é fazer com que seu cliente se sinta bonito e feliz com seu corpo, além de ensinar quais peças comprar de acordo com seu biotipo. Ele também irá te ajudar a investir em cores que valorizem o seu físico.

O trabalho do consultor vai muito além de criar um look bonito, pois ele foca na sua imagem e identidade visual. A moda é utilizada de forma indireta, já que é trabalhado o estilo da pessoa.

Juliana Marangoni é formada pelo Centro Universitário Belas Artes em Consultoria de Imagem e Estilo, membro da AICI (Association of Image and Consultants International) e dá consultoria para empresas e pessoas. Em seu blog, Juliana diz que o mundo da moda vai muito além do consumismo.

No mundo da moda, acredito que o mais importante é o autoconhecimento, substituindo consumo por autoestima. Estou aqui com o objetivo de empoderar pessoas, te ajudar a recuperar sua autoestima, confiança e lhe ensinar a usar o que mais te valoriza, favorece e te faz ainda mais feliz”

 Fotógrafo

Resultado de imagem para Yu Fujiwara

Fotógrafo de moda, Yu Fujiwara.

A fotografia também é uma possibilidade para esses alunos. Mas, assim como o jornalista, também é preciso dominar algumas técnicas. O fotógrafo de moda acompanha desfiles, exposições, eventos e tendências.

O fotógrafo Yu Fujiwara é japonês, que vive atualmente em Londres. Ele é um fotógrafo de rua que busca contrastes de cores e também frequenta desfiles para buscar momentos espontâneos.

Figurinista

Resultado de imagem para Colleen Atwood

Colleen Atwood, figurinista.

O figurinista seleciona roupas de personagens de novela, teatro e até de apresentadores de TV! Não é tarefa fácil, já que o profissional tem que entender de história da moda e pesquisar muito.

Colleen Atwood é uma figurinista norte-americana que foi indicada a 12 Oscars e ganhou 4 com Chicago em 2003, Memoirs of a Geisha em 2006, Alice in Wonderland em 2011 e Fantastic Beasts and Where to Find Them em 2017.

Comprador de moda

É o profissional que gerencia a compra de roupas, sapatos e acessórios para empresas e redes. Ele precisa ficar atento nas novidades e conhecer seu público. Muitos desses compradores antecipam a moda de acordo com a demanda do consumidor.

O comprador de moda atua no planejamento e gestão de estoque, na compra de insumos, matéria-prima, vestuário e acessórios.

Empresário

Muitos donos de marcas começaram o curso de moda com a intenção de abrir seu próprio negócio. O design de moda proporciona a ampliação do olhar sob os empresários, já que estes conhecem seus produtos, fazendo com que eles ofereçam produtos de qualidade e estilo variado, a depender do seu público-alvo.

A FAESA busca a qualidade, a inovação, o empreendedorismo e a empregabilidade. A questão que eu percebi que faltava no curso de moda é o empreendedorismo, e o curso de moda é muito propenso a isso pela rapidez da produção”, disse a coordenadora do curso, Heloísa Messias Mesquita.

Estrutura

Os principais locais utilizados pelos alunos de Moda são os laboratórios de Costura, Fabricação Digital, Modelagem e Moulage. Além destes, há o Núcleo de Aplicações Tecnológicas (NAT), que possui 14 laboratórios de informática.

Kamila Ribeiro tem 28 anos e cursa o 3º período de Design de Moda na FAESA e contou que a estrutura surpreendeu.

Acho a estrutura da faculdade boa, até me surpreendi, porque não sabia que a FAESA era tão grande”, disse a estudante.

O curso passou por alterações recentemente. A coordenação, que antes era de Design de Moda junto com Design de Interiores, se fundiu com mais um curso: arquitetura! Heloísa Mesquita, coordenadora destes cursos nos contou um pouco sobre as modificações.

O TCC do curso de moda passou a ser um portifólio, possibilitando a abertura do mercado de trabalho. Reestruturei a parte escrita, simplificando e tornando um grande briefing. Apesar de ser mais robusto e ter mais pesquisa, não é um artigo científico”

Além disso, ela declarou que estuda fazer um evento aberto para o público apreciar os trabalhos. “Ele está literalmente pronto para apresentar para quem está interessado no produto. Além disso, estou trabalhando para a apresentação ser para o público. Ter um momento de academia, para os professores avaliarem o método de pesquisa, mas depois de dar a aprovação, estamos tentando fazer um evento aberto para apresentar para o público os trabalhos”, disse Heloísa.

Expectativa x Realidade

Kamila Ribeiro é graduada em Direito e escolheu o curso pois sempre se interessou pela área da moda e pensou em abrir seu próprio negócio.

Como eu sempre gostei de moda e tinha a intenção de abrir algum negócio relacionado a isso, eu decidi me informar mais sobre o assunto. Pesquisei alguns cursos, mas no final achei que a faculdade me daria uma base melhor“.

A ansiedade já atrapalhou muito o caminhar da aluna, porém ela segue confiante e diz que os professores incentivam muito os alunos.

Eu desanimei um pouco no segundo período. Acho que, por eu não ter tanto tempo durante o dia e ter ansiedade de aprender muita coisa pra colocar tudo em prática logo”

Eventos

No dia 27 de abril, os alunos do 3º período de Design de Moda prepararam um desfile no bar Cabrón, localizado na Praia do Canto, com a ajuda do aluno Sávio Santana, 6º período, que organizou e deu apoio.

20180428_191522

Modelos e alunos de Design de Moda da FAESA (com exceção da última da direita). Foto: Isabella Arruda.

A Moda Ética foi realizada pela Fashion Revolution, e teve como objetivo apresentar peças produzidas pelos alunos do curso de Design de Moda da FAESA, sob a supervisão da professora Juliana Morgado.

Eventos são organizados para mostrar ao público as peças dos alunos do curso, além de auxiliá-los a montar desfiles, peças de roupa, luz de palco, etc.

Para saber mais…

Olha esse depoimento bafoooo do professor Josué Vasconcelos!!!!