1968: Morre Assis Chateaubriand

Quem foi Chateaubriand?

assis parte 1 quadrinhos

assis parte 2 quadrinhos

O homem que fundou um império de comunicação no país

  • Dono dos “Diários Associados” (criado em 1959):  uma espécie de rede de veículos que abrangia jornais, revistas e estações de rádio. Em seu ápice, contou com mais de 100 mídias envolvidas. Hoje o grupo conta com muito menos ferramentas.
  • Revista semanal “O Cruzeiro”: hoje considerada uma precursora da Veja, em que a temática principal abordada era a política. Uma curiosidade sobre o periódico é que foi pioneiro em trazer ilustrações.
  • TV Tupi: descontente com tudo o que já compunha os Diários Associados, resolveu expandir para o mercado televisivo, criando a primeira emissora de televisão da América Latina. Neste momento o Brasil ainda era pré-industrial. Chateaubriand exportou 200 aparelhos televisivos para instalar em São Paulo. Existem rumores de que o chamado “cidadão Kane brasileiro”, inspirado na figura do magnata da imprensa norte americana, teria chantageado empresas que não anunciassem em sua emissora.
foto antiga, preto e branca, quatro amigos
Assis Chateaubriand entre amigos
  • Ingressa na Academia Brasileira de Letras (1954), tendo sucedido Getúlio Vargas na mesma posição que passou a ocupar. Confiram um trecho de seu discurso de posse:

Acredito que a Academia me elegeu como quem busca uma natureza de equilíbrio para tirar o demônio, que há mais de cinquenta anos ronda esta cadeira. De quantos pecados, cometidos em minha longa carreira de jornalista, não me penitencio agora! Espero que a ordem, uma ordem objetiva, venha imperar, daqui para diante, no posto que ocupo, em vossa Companhia. A barulhenta memória dos que aqui se sentaram será compensada por uma tranquilidade de lago suíço, à qual me vejo recolhido, na fraternidade das aspirações, que comungo com a Academia e seus leais servidores. Tende a certeza de que trouxestes para o vosso grêmio uma índole da Regra e do Método, disposta a proscrever dos seus trabalhos, aqui dentro, como lá fora, o quanto não contribuir para acrescer o vosso cabedal de fidelidade e de observância às leis da ciência, das instituições, da vida, da sociedade e do céu. Está morto o último companheiro revolucionário, Getúlio Vargas. O pecado original do conspirador Gonzaga foi resgatado. Pela primeira vez, na história do mundo planetário, se elimina esse gênero de pecado. O mal cria o bem, digamos, em termos goethianos. Desse bem, recuperado, sou o primeiro beneficiário. Aquele que cai morto pelas próprias mãos, em virtude de um ideal, propicia, com seu sofrimento, uma integração nossa, num plano superior de espiritualização“.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: