Victor Mazzei Indica

Enquanto algumas pessoas aproveitam as férias para viajar, outras preferem a tranquilidade de não ter nenhum trabalho da faculdade para fazer e apenas descansam o máximo que podem. Para isso, elas curtem uma boa música, assistem um filme que acabou de entrar em cartaz ou tentam terminar as temporadas daquela série fantástica antes que os novos episódios sejam lançados.

Querendo indicar novos produtos que adicionem muito conteúdo para a bagagem cultural do leitor, o Faesa Digital criou a coluna Quem Indica. O entrevistado para a coluna de hoje é o professor Victor Mazzei, que leciona várias matérias no curso de Publicidade e Propaganda da FAESA Centro Universitário, como Redação Publicitária e Criatividade.

Um mestre em criar piadas sem graça, Mazzei é um grande apreciador de futebol, criador da página Nadaver, autor das obras “Criatividade – O que inspira suas ideias?” e “A relação entre a imprensa e a Publicidade na Ditadura Brasileira” e gosta de estar sempre em contato com os alunos, mantendo uma bela relação de amizade com eles ❤

Professor lançando livro na Agência Integrada
Mazzei no lançamento de seu livro “A Relação entre a Imprensa e a Publicidade na Ditadura Brasileira” na Agência Integrada em 2017

Filme

De cara, o professor já disse que Monty Python em busca do Cálice Sagrado é o filme da vida dele. Além deste longa, ele indica também uma obra não tão conhecida de Woody Allen: Zelig.

 

Música

Sorrindo, Mazzei indicou nada mais nada menos que clássicos muito importantes para a história da música: The Beatles, Queen, Kiss, Paul McCartney e John Lennon.

 

Livro

O mestre não conseguiu se conter e nos indicou logo cinco livros. Isso mesmo: cinco! Poderoso chefão, obra que deu base à trilogia dos cinemas O Poderoso Chefão, Noites Tropicais, Ensaio Sobre a Cegueira, Homo Sapiens e Homo Deus, e o livro De onde vêm as Boas Ideias.

 

Série

As indicações foram simples: Mad Men e The Office, grandes sucessos. Atores como Steve Carell e John Krasinski, fizeram parte do elenco de The Office.

 

Revista

O professor, que está fazendo doutorado em Educação Física na UFES, logo pensou em saúde e bem-estar e se lembrou da revista Vida Simples. Depois, falou dos gibis da Turma da Mônica, se recordando do filho pequeno, Antônio. Mas citou mais duas revistas: Adega, revista de vinhos, e Rolling Stone, que fala sobre música, cultura e outros temas.

 

Dica para a profissão

Mazzei comenta que, em geral, as pessoas devem estar sempre atentas a tudo e, especificamente, quem vai para a área da Publicidade deve buscar bastante informação sobre a atividade em si, o curso. Além disso, tem que entender que a Publicidade é muito ligada ao business (negócio, em inglês) e a resultados, para que não se frustre. “O aluno entra achando que vai ser um super artista, mas a gente geralmente trabalha sobre demanda, então não é algo que você cria do nada. Você depende de um anunciante e ele precisa ter um problema de comunicação pra gente resolver”, explica. Ele complementa dizendo que “quanto mais multi a pessoa que entrar para esta área for, melhor para a Publicidade”.

Profissional de referência

Quando perguntei ao mestre sobre quem seria o profissional de referência, ele não demorou a responder: Carine Cardoso. Ela é professora integrante do colegiado de Publicidade da FAESA e Mazzei falou mais sobre o currículo desse espetáculo de mestra: ela é sócia do professor em consultoria a empresas, além de ser uma publicitária que atuou vários anos como gestora de marketing na Psicoespaço.

Inspiração para a disciplina

Parando alguns segundos para pensar, logo veio a resposta do mestre: viver. Para ele, a inspiração é ver tudo e todas as coisas, estar sempre com a antena ligada, valorizar amizades e viajar bastante, o que ele tenta fazer com a família.

Um momento marcante da história

Como grande amante do futebol e do time do coração, Mazzei logo disse: o bicampeonato carioca do Vasco em 1988 com gol do Cocada. E, com brilho nos olhos, contou: “Em 1988, o Cocada entrou aos 41 do segundo tempo, fez o gol aos 44 e foi expulso aos 45. Vasco bicampeão. Time que tinha Romário, Geovani e, do outro lado, o Flamengo tinha Bebeto, Renato Gaúcho, Jorginho, Leonardo, mas era um timaço”.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: