Escola Crescer PHD recebe Simpósio de Profissões

Todos temos uma profissão dos sonhos, e escolher o caminho para a realização desse projeto é uma decisão muito importante na vida de qualquer um. Para ajudar nessa escolha tão importante a FAESA Centro Universitário participou do 3º Simpósio de Profissões na escola Crescer PHD.

A FAESA levou professores e alunos de diferentes cursos, como Jornalismo, Odontologia, Jogos Digitais, Arquitetura e Engenharia da Computação. As crianças e adolescentes da escola puderam ter um contato com as possíveis profissões que irão escolher futuramente.

Mas antes de qualquer faculdade vem o vestibular, e os alunos do colégio Crescer PHD falaram um pouco sobre isso e como eles vêem o futuro depois de fazer essa prova tão importante.

Evento

mesa azul com acessórios de educação de higiene bucal, como bocas e dentes grandes para ensino. alunos de odontologia de jaleco, dois a esquerda em pé e uma a direita sentada em uma cadeira de plastico branca.
Alunos de odontologia da FAESA durante o Simpósio de Profissões / Foto: Gustavo Rodrigues

O Simpósio tem grande importância para ambas as partes. Ao participar deste evento a FAESA tem a possibilidade de apresentar seus cursos, professores e colaboradores para os alunos que podem escolher a instituição como uma etapa para a construção do seu futuro.

Já para os alunos o Simpósio foi um norteador. Aqueles que ainda não tinham uma ideia de profissão, tiveram a chance de conhecer um pouco mais sobre os cursos da FAESA e de se decidir sobre o futuro, e outros que já tinham escolhido alguns cursos, mas estavam indecisos entre dois ou três puderam se aprofundar mais sobre cada um.

Segundo Caroline Firmino Fernandes, Auxiliar de Relacionamento do NCM da FAESA e organizadora do nosso espaço no simpósio, teve um caso que uniu essas duas partes: o de uma aluna que assistiu uma palestra de Odontologia, mas continuava indecisa. Após o Simpósio e o contato com o estande da FAESA onde estava o curso de Odontologia, ela teve a certeza que era essa a sua escolha para o futuro.

Cada aluno tem os seus cursos preferidos. Sobre a graduação de Jornalismo, por exemplo, os estudantes demonstraram interesse em diferentes vertentes da profissão, tipos coberturas (de política a polícia), equipamentos e atuação (de câmera a repórter). Dessa forma eles puderam saber mais sobre cada ponto de interesse dentro de tal profissão.

menina de cabelo cacheado preto segurando microfone da faesa em uma quadra azul com pessoas ao fundo
Vanessa Rodrigues Prado aluna do PHD, participando do Simpósio de Profissões / Foto: Gustavo Rodrigues

O Simpósio de Profissões foi um “encontro de estudantes”. Seja de quem cursa o ensino superior, de quem esta iniciando ou finalizando o ensino médio e também de quem ainda esta no ensino fundamental. E desses encontros tirar o melhor dessa experiência, seja de quem for, como foi o caso dos universitários da FAESA que estavam com câmeras e microfone ensinando como funciona uma câmera, dicas de como gravar, falar com o microfone e dando a possibilidade do primeiro contato dos alunos com esse equipamento. Vanessa Rodrigues Prado do primeiro ano do ensino médio, que nos disse que pela primeira vez mexeu em uma câmera e usou um microfone.

Além de aprender com quem estava lá no dia do evento, também é possível aprender com quem está na escola Crescer PHD todos os dias, e a própria Vanessa é um exemplo disso. Ela deu uma ótima dica para os outros estudantes:

“Eu acho melhor você não ir pela matéria que você tem mais facilidade, mas sim pela que você mais gosta, então é bom se dedicar a todas para você encontrar a que mais gosta, a que tem mais a sua cara”.

Ensino médio

A pressão de escolher uma profissão logo após o ensino médio talvez seja a maior preocupação dos alunos. Para quem está no ensino médio e com vestibular muito próximo, não ter um curso preferido ou uma profissão certa na cabeça pode ser um problema que se agrava com a pressão da família, de si próprio, ou do mundo.

Várias perguntas foram feitas a alguns alunos do Crescer PHD. Estes foram alguns dos temas abordados: a pressão sobre eles, suas futuras carreiras, o vestibular, o estande da FAESA.

Uma das alunas que respondeu foi Lígia Marques, que está no terceiro ano do ensino médio, e perguntamos como ela se sente tendo que escolher uma profissão tendo apenas 17 anos.

“Apesar de achar precipitado para uma pessoas 17 anos e de ser uma pressão que a gente sofre, eu acho que é uma decisão muito importante. Acredito também que nunca é tarde para mudarmos de opinião, sabemos que é  algo que pode acontecer, mas temos que correr riscos e se você gosta do curso é um risco a ser corrido”

Quando feito a mesma pergunta para Roger Racanelli, do terceiro ano do ensino médio, ele mostra uma visão parecida com a de Lígia.

“Eu acho que é uma pressão muito grande porque é uma escolha importante para uma pessoa que até alguns anos atrás era uma criança. Agora ela tem que tomar uma decisão que pode ser a uma das mais importantes de sua vida. É uma responsabilidade muito grande e principalmente algo muito precoce, tem milhões de pessoas que trancam o curso para ir para outras áreas, porque quando essa escolha é forçada muito precocemente”.

Mas há quem discorde disso, como João Vitor Ferrarez, de 16 anos, pois quando perguntado das pressões que os alunos sofrem antes do vestibular para decidir um curso, e escolher a profissão que podem seguir para o resto da vida, ele diz que:

“A pressão não é do mundo, claro que tem algumas pressões do mundo,  mas a que todo mundo fala vem principalmente de você, pois acreditamos que vamos seguir essa decisão para o resto da vida, mas você pode ser mais do que imagina. Além disso a vida não e só ter 16 anos e escolher a profissão e exercer ela para o resto da vida, o ser humano é capaz de mais que isso, ele pode aprender mais”

Ensino Fundamental

Um ou dois anos para alguns pode ser pouco tempo para decidir o seu futuro, mas e quem tem mais de quatro anos para isso. Os alunos do ensino fundamental também disseram o que eles achavam do vestibular. Será que eles tinham preocupações como a profissão e o futuro ou isso nem passava pela cabeça deles?

Quando questionado sobre a sua futura profissão, Luis Gustavo de apenas 12 anos já se mostra decidido. Ele disse que pretende seguir Engenharia Civil ou Arquitetura, mesmo não estando preocupado de mudar de ideia depois e ir para outra profissão.

Mesmo deixando a decisão mais pra frente Frederico Tavares do 9º ano, tem uma base pra sua futura decisão: não irá ingressar na área de exatas, mas o seu foco está na área de humanas. Mesmo não tendo decidido ainda, pensa em Direito.

Final do simpósio

Participar do simpósio foi um sentimento nostálgico muito grande, porque eu pude perceber que eu passei por tudo que eles também passam, e descobri que por mais que o tempo passe, o sentimento que se tem ao estudar nunca muda.

O evento não foi sobre mostrar cursos de faculdades, ou escolher profissões. O simpósio foi sobre experiências de vida, aprender e ensinar independente da idade e como cada experiência na sua vida pode te levar para lugares diferentes do habitual ou do esperado. Compartilhar experiências, e mostrar que toda a pressão, no futuro irá valer a pena.

O Simpósio esteve na escola PHD pra mostrar mais caminhos para os estudantes, caminhos esses que não precisam ser apenas um até o final da sua vida, pois você sempre pode recomeçar.

No final do dia você não pensa apenas nas pessoas que passaram por lá e sim nos sonhos delas, seja no Jornalismo, Arquitetura, Odontologia, Direito ou qualquer outro curso, e perceber que não se trata de um vestibular e sim sobre sonhos a serem realizados.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: