No dia 26 de setembro, aconteceu na FAESA Centro Universitário uma oficina para os quinze residentes em Jornalismo da Rede Gazeta. A palestra teve foco em pesquisas na internet e a proposta era ensinar aos residentes como se pode utilizar a ferramenta para conteúdos jornalísticos, como produção de pautas ou das próprias matérias em si.

A oficina é uma parceria da Instituição com a Rede Gazeta e a faculdade ainda vai ficar responsável por mais duas atividades do Curso de Residência nesse mês de outubro. “Vamos realizar uma palestra sobre Marketing de Conteúdo e uma outra sobre o Direito da Personalidade, que será realizado com a ajuda do curso de Direito”, afirma Marilene Mattos, coordenadora dos cursos de Comunicação Social.

É parceria de sucesso que chama?

Experiências

Entre os integrantes do grupo de residentes do Curso de Jornalismo da Rede Gazeta deste ano, estão alguns egressos de Jornalismo da FAESA. Conversamos com eles e registramos como foi a experiência na oficina da semana passada.

unnamed
Alunos do Curso de Residência em Jornalismo da A Gazeta/ Foto: Arquivo FAESA

O residente Patrick Jacob (agachado na foto, o segundo da direita para a esquerda) diz que a oficina foi enriquecedora por se tratar de um assunto muito em alta: o Jornalismo de Dados.

“Com o advento da tecnologia, novos recursos surgem e novas maneiras de buscar informações também. E por isso a importância de nos atualizarmos. Vimos a necessidade de pensarmos no conteúdo e em técnicas para que a nossa matéria esteja bem posicionada no Google, gerando mais acessos à nossa notícia”, detalha.

Patrick também afirmou que para ele foi ainda mais especial participar da oficina por poder relembrar os tempos de aluno do curso. “Voltar para a FAESA foi uma sensação maravilhosa. Só guardo boas lembranças e bons momentos de toda a minha trajetória aqui. Eterna gratidão pela faculdade, que me influenciou a ser quem sou hoje e me auxiliou para conquistar meus objetivos, como o Curso de Residência da Gazeta”, declara.

Conversamos também com Matheus Cabidel (em pé na foto, o segundo da esquerda para a direita), outro egresso da nossa Instituição que também integra o grupo do Curso de Residência. Para ele, a palestra assistida foi especial para entender um pouco mais sobre o Jornalismo de Dados.

“Além disso, foi uma experiência incrível poder voltar para a FAESA e rever todos os meus antigos professores e alguns amigos”, diz.

Enquanto era aluno da Instituição, Matheus chegou a fazer parte do Faesa Digital!

“Cheguei a fazer parte do Faesa Digital e tive experiências inéditas que foram muito enriquecedoras para minha carreira. Na época, em 2010, tivemos a oportunidade de realizar um programa de comentários durante os jogos Copa do Mundo da África do Sul! Foi muito divertido!”, relembra.

Mais uma egressa da faculdade, Nathalia Cerri Cantarela (em pé na foto do grupo, a terceira da direita para a esquerda) comenta que a palestra serviu para ajudar os residentes a aprender técnicas de SEO, por exemplo.

“Já tinha visto uma palestra sobre isso durante a faculdade, mas essa foi bem mais completa, com parte prática e todas as dúvidas atendidas pelo professor Henrique, que é maravilhoso”, elogia.

Quanto à visita que fez na FAESA, a jornalista se sentiu bem em voltar ao local em que estudou por quatro anos.

“Saber que eu estava entrando agora formada e vestindo a camisa da residência foi bem legal. Foi ótimo também rever algumas pessoas, tanto alunos como professores, que eu já estava com saudades”, comenta.

foto palestra faesa
Os residentes durante a oficina/ Foto: Arquivo FAESA

A oficina

A oficina foi ministrada pelo professor Henrique Hamerski, que trabalhou com ferramentas digitais extremamente úteis no Jornalismo.

“Nossa intenção foi ensinar para esses residentes como podemos aproveitar essas ferramentas digitais disponíveis para que, depois de publicado, o texto possa ser melhor posicionado dentro dos resultados de uma busca no Google”, explica.

O professor destacou a importância das palavras-chaves que as pessoas mais costumam procurar quando estão pesquisando sobre algum tema (hoje, também são chamadas de tags.

“Os alunos tiveram a chance de colocar tudo que aprenderam em prática. Eles puderam fazer buscas e descobrir quais palavras estão sendo mais utilizadas e depois montaram um texto ou uma pequena matéria sobre os assuntos que foram pesquisados”, diz.

faesa 3
O professor Henrique Hamerski ministrando a oficina / Foto: Arquivo FAESA
Posted by:Lucio Aragon

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s