Os benefícios de ter um animal de estimação

Animais de estimação são companheiros de muitas pessoas. De acordo com o site Psicólogo e Terapia, eles têm a capacidade de “transmitir a sensação de bem-estar por serem carinhosos e cuidarem das pessoas que estão ao seu redor, de forma pura e sincera”. Eles alegram a vida dos donos com a inocente felicidade e despreocupação esboçadas.

Amor

Os animais, além de trazerem conforto e aspectos positivos para a vida dos donos, passam a amabilidade e outras características para estes. Segundo informações do estudo das veterinárias Lilian Tatibana e Adriane Costa-Val, a criança é altamente influenciada pelos bichos de estimação. O toque, ao ser proporcionado, gera o sentimento de dar e receber afeição.

“A criança que convive com animais é mais afetiva, generosa e solidária, demonstra maior compreensão dos fatos e se sensibiliza mais com as pessoas e as situações. O contato com os animais possibilita que a criança aprenda sobre o ciclo da vida, as perdas, o nascer e o morrer e, assim, incorpore noções sobre sua própria natureza e sobre o mundo em que vive.” — Lilian Sayuri Tatibana e Adriane Pimenta da Costa-Val.

Além de crianças, a relação entre animais de estimação e idosos também é forte e importante. Um estudo ingressado na revista de divulgação científica ÁGORA e realizado pela orientanda de Psicologia Joyce Heiden, afirmou que os animais provocam mudanças na maioria dos idosos. Entre os pesquisados da terceira idade, 70% admitiram os considerar membros da família. Em questões de benefícios que o animal gera na terceira idade, estão: a alegria, companhia, ter um passa-tempo, distração e segurança.

Saúde

Entre os vários estudos já realizados, o produzido pela Associação Americana de Saúde do Coração revelou que ao possuir um animal de estimação, a pessoa corre menos risco de ter alguma doença cardíaca e de poder ter uma longevidade de vida maior. A necessidade de cuidar de passear, por exemplo, é uma ótima oportunidade para o dono caminhar (o que não aconteceria, caso este fosse sedentário). A relação desenvolvida com os animais também pode vir a prevenir a depressão, estresse e ansiedade.

Ajuda

Tem-se também animais que são treinados para ajudar pessoas com deficiências. Os cães-guia, por exemplo, ajudam indivíduos com deficiência física, auditiva, visual e outras. Eles passam a ser um tipo de animal de estimação, ao ficarem bastante tempo com quem ajudam. O site IRIS Cão-Guia deixou uma declaração emocionante sobre um caso que foi testemunhado:

“Há uma história emocionante de um cão que prestava assistência a uma mulher com deficiência auditiva. Ele a avisava sobre sons que ela não podia ouvir como, por exemplo, o toque da campainha e do telefone. Certo dia, ela estava dentro de casa e o cão foi desesperado chamá-la e a levou até a piscina onde a filhinha dela estava se afogando. Graças a esse suporte ela pode salvar sua filha.”

O vínculo entre o animal e o humano citados certamente ficou mais forte depois do acontecido.

Donos e filhos

E alguns donos de animais participaram desta matéria:

Júlia Santos e o porquinho da índia Jaqueline

Júlia e seu porquinho da índia Jaqueline. Foto: acervo pessoal.
Júlia e seu porquinho da índia Jaqueline / Foto: acervo pessoal

“A Jaqueline me deixa feliz porque ela gosta mais de mim do que da minha mãe. Já que todos os animais de estimação que tive sempre preferiram a minha mãe então eu amo a Jaqueline por isso. É um bichinho que apesar de não aparentar ter sentimentos de amor ao seu papai ou mamãe como um cachorro, tem de sobra. Jaqueline é um amor, é esperta e grita toda vez que eu vou na geladeira pegar algo para comer, ou seja, além de amar muito meu pet e ser recíproco esse sentimento, ele é inteligente ao ponto de saber quando eu abro a geladeira pra pedir folhas, frutas e legumes que ele ama.”

 

Ana Clara Nair e o cachorro Woody, da raça Spitz Alemão

Ana Clara com o cachorro de estimação Woody
Ana Clara com o cachorrinho, Woody / Foto: acervo pessoal

“O Woody é um presente porque desde pequeninha eu sempre quis ter um animal de estimação, um cachorro. Eu o ganhei há dois anos, e ele é a minha vida. E eu o amo! Sempre que brinco de chamar ele, quando está do meu lado, o Woody fica rosnando muito fofo, e eu fico apaixonada!”

 

 

Lucinea Sales de Almeida e a tartaruga Dory Sales de Almeida 

Lucinea com a tartaruga de estimação Dory
Lucinea com a tartaruga Dory / Foto: acervo pessoal

“A tartaruga tigre d’água é muito importante, não só para mim, mas para toda minha família, vizinhos e amigos que vêm aqui, especialmente para vê la. Quando ela me vê de longe, começa a nadar depressa vindo ao meu encontro e me deixa fazer carinho, é obediente. Amo a Dory! Ela brinca com o carrinho que eu dei para ela, e é a alegria da casa e das crianças.”

 

Danielle Castagna Vieira e o gato Hugo

Danielle e seu gato Hugo
Danielle e seu gato Hugo / Foto: acervo pessoal

“O Hugo me adotou em 2014 (isso mesmo… ELE me adotou). Eu o encontrei na rua, quase sendo atropelado, e ele veio me seguindo. Aí, meu marido o pegou e o levamos pra casa. Por que eu amo o Huguinho? Como não amar? Além de lindo e fofo, ele é super carinhoso e um companheiro para todas as horas! Sejam boas ou ruins. Ele é meio temperamental, mas quando eu meio para baixo, ele é o primeiro a vir me dar um carinho e me deixar mais alegre. É um filho de 4 patas.”

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: