Os famosos Doramas

Os filmes nasceram em 1895 com os irmãos Lumière, as radionovelas em 1930 numa estação de rádio de Chicago e em 1960 chegou a vez dos doramas. O fenômeno, também conhecido como drama coreano, explodiu no século 21 e vem conquistando os 4 cantos do planeta devido a sua propagação pela internet. Os doramas ( 한국드라마 ) também são conhecidos como hanguk drama e K-drama. 

O K representa a Coreia do Sul, local onde as maiorias das minisséries são produzidas. Mas também existem as J-drama (japonês), TW-drama (taiwanês), C-drama(chinês) e por aí vai.

Os dramas coreanos possuem estilo e linguagem de direção distintos. Em sua maioria têm apenas uma temporada, com uma média de 12 a 24 episódios.

giphy

Contudo, os dramas do tipo histórico (chamados de sageuk) podem ser mais longos, com um número de episódios que podem variar entre 50 a 200, mas também possuem apenas uma temporada. Como os K-dramas Huh Joon (64 episódios) e Emperor Wang Gun (200 episódios).

O K-drama busca passar o máximo de emoção para o público, o estilo de atuação é totalmente diferente e é definitivamente interessante de assistir e perceber várias diferenças das produções ocidentais.

Trilha Sonora 

As músicas, além do enredo, são um dos aspectos que mais cativam nas minisséries. A maioria das sound tracks são bem trabalhadas e às vezes contam com os próprios atores na gravação de algumas músicas.

Se você começar a assistir ao K-drama pode ter certeza que ele vai te levar a conhecer um outro caminho da perdição chamado K-POP.

Ao viciar-se nas músicas você automaticamente irá procurar aos grupos e bandas das mesmas, uma coisa leva a outra, inclusive já fizemos uma matéria falando um pouco sobre o gênero K-pop aqui no site,veja o que falamos sobre a nova febre da música internacional, a invasão coreana.

Para aqueles apaixonados em música clássica/instrumental. Existem alguns
K-dramas com trilhas sonoras instrumentais que são muito bons também!

 História

Após a Guerra da Coreia (1950/1953), dramas de rádio como o Cheongsilhongsil (1954) refletiam como o clima do país estava, já que no fim da guerra não houve um tratado de paz assinado pelos governadores da Coreia do Norte e Sul.Os países só declararam paz em abril de 2018.

2018-04-28T045205Z_1_LYNXMPEE3R051_RTROPTP_4_NORTHKOREA-SOUTHKOREA-SUMMIT-795x447.jpg
O íder Kim Jong Un , norte americado e presidente Sul coreano Moon Jae-in. ((Korea Summit Press)

Em 1956, houve o lançamento experimental da HLKZ-TV, apesar de ter sido encerrada alguns anos depois devido a um incêndio, ela foi a primeira a exibir um filme na televisão coreana, com uma peça de apenas quinze minutos, intitulada de The Gate of Heaven (천국의 문).

O primeiro canal de televisão nacional oficial surgiu no ano de 1961 sob o nome de Korean Broadcasting System (KBS). E então aos poucos os doramas foram crescendo no país.

O sistema de classificação de televisão coreana também é um pouco diferente, ele é regulado pela Comissão de Comunicação da Coreia e foi implementado em 2000. De acordo com o sistema, programas, incluindo os dramas coreanos, recebem a seguinte classificação indicativa:

12 (1).png

Os programas que podem ser inadequados para menores de 12 anos,contém um  de conteúdo de violência leve, temas ou linguagem, são basicamente os de classificação de idade 10 aqui no Brasil.

 

12 (2).png

Esses programas podem incluir temas adultos moderados ou fortes, linguagem, inferência sexual e violência. A maioria dos dramas e programas de entrevistas classificam-se aqui.

 

12 (3)Programas destinados apenas para adultos. Esses programas podem incluir temas para adultos, situações sexuais, uso frequente de linguagem forte e cenas perturbadoras de violência.

 

A estudante do segundo período do curso de Direito, Layla Alves (19) nos contou que conheceu os doramas porque estava “caçando” alguma coisa para ver e se deparou com a minissérie Heartstrings.

A obra é estrelada por Park Shin-hye Jung Yong-hwa  e é composta por 15 episódios, foi ao ar na MBC em 2011. Heartstrings é um melodrama sobre amor, amizade e sonhos, tendo como cenário uma faculdade de artes cênicas. 

Particularmente, amo doramas e gostaria de ter uma tempo maior para ver mais de um episódio por dia, mas me divirto muito com cada história e cena.

Caso você tenha ficado curioso em relação aos doramas vou deixar aqui três indicações. Mas é importante saber de uma coisa, todas têm uma pitada de romance, ainda não vi um no qual uma história de amor não estivesse presente.

Something in the Rain

Something Rain é a melhor que já assisti até agora, é estreada por Son Ye-jin Jung Hae In a personagem principal Yoon Jin-ah (acho que a parte mais difícil dos doramas são os nomes, ouvir é fácil agora falar é outra história!) é uma mulher solteira de 30 anos que trabalha como supervisora numa franquia de café bem famosa na Coreia.

Apesar de ser uma pessoa descontraída, ela vive uma vida bastante vazia e isso é bem nítido na história. De repente ela começa a ter sentimentos românticos em relação ao irmão caçula de sua melhor amiga, chamado de Seo Joon-hee, que é BEM mais novo que ela e trabalha como designer de personagens em uma empresa de videogames. Ele retornou ao país (Coreia) depois de ter morado nos Estados Unidos por três anos à trabalho.

Você pode estar se perguntando, só isso?! Bom, te digo que não. Apesar deste assunto ser polêmico na Coreia – o fato dela ser muito mais velha que ele –  eles também falam sobre o assédio no trabalho, podem parecer “bobos” no começo mas quanto mais conhecemos as histórias mais percebemos a gravidade da situação.

E torcemos para que tudo dê certo. Tanto o fato do casal, como o fato do assédio acabar dentro da empresa.

Ah! Sabe uma coisa engraçada? A série também é conhecida pelo título: Pretty Sister Who Treats Me to Meals ou seja, Irmã bonita que me compra comida. Quando eu vi esse título eu ri muito, porque tem muito a ver com a história em si, pois eles sempre estão saindo para almoçar. A série está disponível na Netflix e no Dramafever.

Strong Woman Do Bong-soon

Strong Woman Do Bong-Soon vai dar uma mudada no estereotipo de menina fofa e frágil. Apesar da aparência,  Do Bong-Soon (interpretada por: Park Bo-young) herdou o poder sobre-humano da força, as mulheres da sua família receberam este dom porém aquelas que não usaram para o bem, acabaram perdendo ele.

Por causa disso, Bong-Soon tenta esconder sua força e se faz de uma garota normal e fofa que é apaixonada pelo amigo de infância, o policial, In Guk-doo, interpretado por Ji Soo.

Mas isso vai aos poucos se quebrando quando ela briga com uma gangue que maltratava um motorista de ônibus escolar cheio de crianças. O CEO da empresa de jogos Ainsoft chamado de Ahn Min-hyuk (Park Hyung-sik) vê todo este acontecimento e a contrata como sua guarda-costas, já que anda recebendo chantagens para que desista da empresa.

Good Morning Call

É a mais fofinha, manteiga derretida e cheia de clichês. Como a maioria das minisséries esta obra um assunto polêmico. Desta vez estamos falando de uma série japonesa, ou seja, J-Drama. O ponto principal nessa obra é o fato de uma menina e um menino morarem na mesma casa e não serem casados. A série é baseada em um mangá shōjo de 11 volumes, escrito por Yue Takasuka. 

Nao Yoshikawa (Haruka Fukuharaé uma garota de 18 anos, muito fofa, inocente e responsável que decidiu morar sozinha pois os pais foram para o interior e ela não queria sair da escola que estudava e se despedir de seus amigos.

Ao chegar no tão sonhado apartamento novo, Nao descobre que foi vítima de uma fraude no contrato de aluguel. E não vê outra alternativa a não ser dividi-lo com Hisashi Uehara (Shun’ya Shiraishi), o garoto número 2 da lista dos mais Tops da escola (que incluem os mais bonitos, inteligentes e bons de esporte), mas que carrega consigo uma personalidade fria, cheia de arrogância e indiferença.

Essa série já foi muito criticada pela situação que a Nao acaba vivenciando, em um relacionamento em que o cara fala e ela aceita. Como as regras da casa, que não podem ser quebradas, as palavras de mal gosto sobre aparência que fazem com que ela se pergunte se realmente é bonita ou não, ou se é preguiçosa e boba.

Infelizmente o estereotipo de garota simpática, inocente, sonhadora e que aceita tudo é muito presente na cultura asiática no geral e são poucos os programas que buscam quebrar essa visão.

Mas, na minha opinião, Nao consegue amadurecer bastante durante as 2 temporadas do dorama, sempre com uma reflexão e ideias malucas. Aproveite o feriadão e se aventure nos dramas asiáticos, você não vai se arrepender!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: