O dia das crianças e os problemas que as cercam

O Dia das Crianças está chegando e com ele a imagem dos pequenos comemorando tal momento. Ou melhor, na imagem, quase todos estariam animados com o 12 de outubro, pois alguns deles simplesmente viveriam a data como se fosse uma outra qualquer.

Isso devido a enormes e monstruosos problemas que são nutridos no Brasil. Nem todas as crianças são cuidadas do jeito que deveriam, sendo privadas de ter uma infância tranquila e positiva. A violência, maus tratos e o trabalho infantil exercido por muitas são exemplos que derrubam a qualidade de vida dos pequenos brasileiros.

Violência contra a criança
Foto representando a violência contra a criança / Foto: Times Malta.

Vale lembrar que as crianças têm os direitos garantidos na Constituição Federal e também no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), um conjunto de leis que visa a proteção de crianças e adolescentes e aplica medidas, se necessárias. Porém, infelizmente, tais questões jurídicas não impedem casos de histórias trágicas serem contados. 

Da Constituição Federal

Art. 227. É dever da família, da sociedade e do Estado assegurar à criança e ao adolescente, com absoluta prioridade, o direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária, além de colocá-los a salvo de toda forma de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão. (…)

Trabalho Infantil

O trabalho infantil é uma realidade terrível que assola o território brasileiro. De acordo com pesquisas de 2016 da Fundação Abrinq, um número aproximado de 6,4% de crianças do país entre as idades de 5 e 17 estavam envolvidas com o trabalho, o que traduzido da porcentagem se transforma em um número grande: mais de 2 milhões e 550 mil pequenos e adolescentes.

Tal prática é crime se o indivíduo possuir menos que 16 anos. Porém, tem-se uma saída para aqueles que não atingiram esta idade entrarem no mercado de trabalho. A solução é o desempenho como menor aprendiz. De acordo com a Lei do Aprendiz, a ação pode ser feita se o adolescente continuar estudando e não ser afetado negativamente com a carga horária do ofício. É uma forma de combate ao trabalho infantil, já que ele vai trabalhar do mesmo jeito, porém, sem ser impossibilitado de aprender.

Além das informações já citadas pela pesquisa realizada em 2016, outros dados também foram disponibilizados:

Design sem nome

As consequências negativas do trabalho infantil são várias. Entre elas, estão: a perda da infância, baixo rendimento escolar, abandono dos estudos, adquirição de problemas psicológicos e abalo no desenvolvimento do indivíduo.

Uma entidade que possui grande credibilidade no país é a Fundação Abrinq. Ela visa a melhora da qualidade de vida das crianças que não têm muitas oportunidades e encontram barreiras pelo caminho. O “Sobre Nós” postado no portal online diz:

“Um Brasil em que elas possam crescer, brincar, aprender, se desenvolver e se tornarem protagonistas de suas próprias histórias. Este é o sonho da Fundação Abrinq!”

As pessoas podem ajudar a fundação com doações, trabalhando como voluntárias ou então por outras formas, confira aqui.

Violência

A violência é outro problema sério que abala a vida de muitas crianças brasileiras. Uma pesquisa realizada em 2017 coletou a opinião de pessoas da América Latina sobre a visão de violência contra as crianças nos países de tal zona, e o resultado não foi positivo para o Brasil. O estudo foi divulgado neste ano pela Visão Mundial, uma organização social. 

Design sem nome (2)

E o território brasileiro foi considerado o mais perigoso/de alto risco de toda a América Latina para as crianças. 

Violência contra as crianças.
Violência contra as crianças / Foto: CC0 Public Domain

Além disso, a pesquisa abordou a questão das razões da violência contra as crianças. Os entrevistados responderam que o alcoolismo e o consumo de drogas eram grandes causadores da violência contra crianças e adolescentes, porém o o relatório mostrou ser apenas um achismo, afirmando que questões culturais eram motivos ainda maiores da causa de violência:

“De acordo com o UNICEF, uma em cada duas crianças menores de 15 anos estão sujeitas a castigos corporais em casa; uma em cada quatro meninas se casam antes de completarem 18 anos”.

De acordo com o relatório Um Rosto Familiar: A Violência na Vida de Crianças e Adolescentes lançado pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef),a cada 7 minutos em acontece a morte de uma criança ou de um adolescente entre 10 a 19 anos em alguma região do mundo. Os locais com os maiores índices de homicídios são a América Latina e o Caribe.

“Criança não trabalha, criança dá trabalho”

É triste a realidade atual e devemos mudá-la urgentemente. As crianças precisam de amor, paz e respeito. Todos têm o direito de ter uma infância incrível e mágica. Segue como reflexão a canção abaixo:

 

Criança não trabalha – Palavra Cantada

Lápis, caderno, chiclete, pião
Sol, bicicleta, skate, calção
Esconderijo, avião, correria, tambor, gritaria, jardim, confusão

Bola, pelúcia, merenda, crayon
Banho de rio, banho de mar, pula cela, bombom
Tanque de areia, gnomo, sereia, pirata, baleia, manteiga no pão

Giz, merthiolate, band-aid, sabão
Tênis, cadarço, almofada, colchão
Quebra-cabeça, boneca, peteca, botão, pega-pega, papel, papelão

Criança não trabalha, criança dá trabalho

Criança não trabalha

Lápis, caderno, chiclete, pião
Sol, bicicleta, skate, calção
Esconderijo, avião, correria, tambor, gritaria, jardim, confusão

Bola, pelúcia, merenda, crayon
Banho de rio, banho de mar, pula cela, bombom
Tanque de areia, gnomo, sereia, pirata, baleia, manteiga no pão

Criança não trabalha, criança dá trabalho
Criança não trabalha

Giz, merthiolate, band-aid, sabão
Tênis, cadarço, almofada, colchão
Quebra-cabeça, boneca, peteca, botão, pega-pega, papel, papelão

Criança não trabalha, criança dá trabalho
Criança não trabalha

1, 2 feijão com arroz
3, 4 feijão no prato
5, 6 tudo outra vez

Lápis, caderno, chiclete, pião
Sol, bicicleta, skate, calção
Esconderijo, avião, correria, tambor, gritaria, jardim, confusão

Bola, pelúcia, merenda, crayon
Banho de rio, banho de mar, pula cela, bombom
Tanque de areia, gnomo, sereia, pirata, baleia, manteiga no pão

Criança não trabalha, criança dá trabalho
Criança não trabalha, criança dá trabalho
Criança não trabalha, criança dá trabalho
Criança não trabalha, criança dá trabalho

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: