Pós-doutor em Educação (PUC/SP), Doutor em História (PUC/SP) com estágio doutoral na Universidade de Coimbra, Mestre em Sociologia (PUC/SP) e Graduado em História e Pedagogia. O Quem Indica traz o Professor dos cursos de Publicidade e Propaganda, Jornalismo e Pedagogia da FAESA Centro Universitário, Antônio Alves de Almeida.

Quem é Antônio Alves de Almeida

Nasceu em São Paulo, viveu no meio rural na pobreza absoluta, passou fome, catou material reciclável, foi feirante e engraxate. Antônio Alves já fez de tudo um pouco na vida. Antes de virar professor, fez técnico em metalurgia, caldeiraria, eletricidade e mecânica de automóveis. Atualmente, leciona na FAESA e compõem o time da Secretaria de Educação e Cultura do Espírito Santo.

Professor Antônio Alves (Foto: Arquivo Pessoal)

Livros

Resultado de imagem para cem anos de solidão
Capa do Livro

Dos muitos livros inclusos no repertório do Professor, ele indica o livro “Cem anos de Solidão”, do Gabriel Garcia Marquez. O Professor acredita que esse livro faz a diferença na vida de qualquer pessoa. Ele fala de Ciência, Incesto (que é um tabu na nossa sociedade), Religião, Resistência e muitos outros assuntos, sempre de uma forma muito leve e profunda. O Professor ressalta, “Vale a pena ler”.

Filmes

Na indicação de um filme, ele não se contentou e indicou dois. “Fala com ela” de Pedro Almodóvar e “1984” do George Orwell. De acordo com o Professor, o “Fala com ela” é um filme que mexe com o imaginário, além de ser maravilhoso! Retrata a vulnerabilidade das pessoas e alguém disposto a fazer coisas boas ou ruins, relatando para o cuidado em que deve-se ter em momentos como esse. Já o filme, “1984”, por mostrar uma realidade na qual vivenciamos, que é a das câmeras. Antônio, comenta que não temos mais privacidade. Tudo que é postado nas redes sociais é acompanhado.

Músicas

Uma música que ele gosta em especial, é “Lamento Urbano” do Reynaldo Bessa. A música mostra um outro olhar sobre a cidade de São Paulo, diferente do que imaginam. Inclusive, ele afirma gostar muito das músicas do Zé Ramalho, mas em especial “Meu país”. Por mostrar um País lotado de desigualdades, onde os índios, os negros e as mulheres são maltratados. Ele ainda garante que esse não é o Brasil que ele e Zé Ramalho querem. Ele deseja um país onde tenha mais igualdade, solidariedade e que todos sejam vistos como iguais.

“Pode ser o país de quem quiser, mas com certeza não é o meu país”

Trecho da música Meu País – Zé Ramalho, citado pelo Professor Antônio Alves.

Momento Histórico

A história é um dos objetos de estudo do professor Antônio. Com isso, ele aponta dois momentos marcantes na vida dele. O primeiro foi o ataque as torres gêmeas, que ocorreu no dia 11 de setembro de 2001, por se tratar de um ataque ao ícone do capitalismo. O segundo momento foi o das Diretas Já em 1984, em que ele foi as ruas e lutou pela volta da democracia, porém foram derrotados quando Paulo Maluf votou contra o próprio partido.

Eu chorei muito quando fomos derrotados, em 1984, e não podemos ter eleições novamente

Antônio Alves de Almeida
Movimento Diretas Já no ano de 1984 (Imagem da Internet)

Projetos Sociais

Além de todo o trabalho educacional, Professor Antônio relata que já participou de vários projetos, mas, sobretudo, dois marcaram ele de forma especial. O primeiro foi um projeto desenvolvido em uma faculdade de São Paulo com o nome de “Trote Solidário”. O objetivo era arrecadar alimentos e brinquedos para famílias carentes, mas o professor acrescentou “Pão e Poesia”, solidariedade com arte, que além do alimento com o brinquedo, entregava-se o lúdico com amor e afetividade para os contemplados. O outro projeto que marcou a vida do professor foi o “Virando a Página“, uma Parceria da FAESA com a Defensoria Pública do estado do Espirito Santo. Ele conta que cresceu, aprendeu e se tornou mais humano e pode compreender melhor o sistema carcerário.

Foto dos voluntários junto ao coordenador do projeto Virando a Página
Professor Antônio Alves e os alunos voluntários do projeto Virando a Página (Foto: Arquivo Pessoal)

Profissional de Referência

O orientador do metrado e antigo reitor da PUC São Paulo, Luiz Eduardo Wanderley, é um dos profissionais de referencia do professor Antônio. Amigo de Paulo Freire, o professor afirma que ele é um ser humano lindo e concilia conhecimento com simplicidade e humildade. Inclusive, o orientador do pós-doutorado, Alipio Casali, é um segundo profissional de referencia dele. Segundo o professor, Alipio Casali, também amigo de Paulo Freire, possui um grande conhecimento e é um batalhador por um mundo melhor.

Alguém que gosta

A irmã do Professor, Lindinalva Alves de Almeida, é alguém na qual ele gosta muito. Ela estudou apenas até a 4ª série do primário e possui pouco conhecimento. Entretanto, ela é dona de muita sabedoria e sensibilidade, na qual o professor diz não ter desenvolvido e espera melhorar nessa parte.

Atividades para o tempo livre

Ouvir pagode como: Zeca Pagodinho e Fundo de Quintal, tomar uma “cervejinha” e conversar com amigos que tenham uma “cabeça boa” e falem coisas boas são atividades que o Professor gosta de realizar nos tempos livres. Entretanto, ele assume não estar fazendo isso com frequência porque está trabalhando muito.

outback steakhouse beer GIF by Outback Brasil

Dica para o Jornalista

Ler os clássicos. O professor garante que o Jornalista que lê os clássicos e dominam as novas tecnologias, ninguém segura. E acrescenta, os clássicos fazem a diferença na vida do jornalista e indica três essenciais para a leitura: “Cem anos de solidão” do Gabriel Garcia Marquéz, “O Processo” do Franz Kafka e “O idiota” do Fiodór Dostoiévski.

Antônio em entrevista para a TV FAESA (Foto: Arquivo Pessoal)

Depoimentos sobre/para Antônio Alves de Almeida

Maravilhoso, único, comprometido, dedicado, me faltam palavras e elogios para descrever o Antônio. Sou encantada pelo comprometimento, dedicação e trabalho que ele desenvolve na área de educação. Eu só tenho a agradecer a vida e ao universo por ter colocado ele no meu caminho e por termos desenvolvido um projeto maravilhoso que mudou vidas dos internos do sistema prisional capixaba, dos alunos da FAESA e a minha. É um privilégio, conhecê-lo.

Roberta Ferraz, Defensora Pública do Estado do Espirito Santo e desenvolvedora do Projeto “Virando a Página”

Professor Antônio, na verdade educador Antônio, sou profundamente grata por ter te conhecido. Você é um ser humano incrível, que precisa ser lembrado. Você realmente faz a diferença na vida dos seus alunos e obrigada por ter feito na minha.

Mayara Borba, aluna do curso de Pedagogia na FAESA.

Um curto álbum de fotos

Publicado por:Nathália Ferreira

3 comentários sobre “Antônio Alves Indica

  1. Vou falar um pouco deste grande mestre e todas suas qualidades únicas , da pessoa extraordinária,humana e que ele é … do profissional dedicado e da pontecialidade que tem .. do amor que exerce sobre as pessoas. Daquele que ensina aprendendo. Da pessoa que deixa marcas marivilhosa por onde passa. Este é o meu professor Antônio Almeida

    Curtir

  2. Esse para mim foi um dos mais importantes professores que tive. Estudei edução física na extinta faculdade Brasília de São Paulo, onde ele ministrou curso de sociologia.
    Uma das frases que não esqueço mais, era quando ele falava de seus amor pelo Brasil: “eu amo o Brasil, não sou apaixonado porque quem ama enxerga os defeitos e mesmo assim continua amando, já a paixão é cega.”
    Uma pessoa de grande conhecimento e eu tive a honra de beber um pouco desta fonte.
    Parabéns professor por todo sucesso!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s