Nathália Ferreira e Rayanne Rangel

Mulheres cometem crimes e acabam tendo que viver a prisão carcerária. Elas “deixam a própria vida” para viver uma nova identidade. Ficam longe dos amigos, dos filhos, da família e do mundo. Dentro das penitenciárias vivem situações que parece ser uma realidade presente apenas em filmes. Descaso e situações desumanas fazem parte do cotidiano dessas mulheres.

Com intuito de criar algo significante que não ficaria na estante pegando poeira e intencionada a dar vozes a mulheres que passaram pelo sistema carcerário, a jornalista Thamiris Guidoni lança o livro: “Vidas após o cárcere: Histórias recontadas”. Na retratação das histórias que antes existia apenas na individualidade de cada uma, a autora relata a verdade das suas fontes absorvida pelo sentimento de empatia.

Parecia que éramos uma pessoa só. Com olhares vazios e distantes, elas me contaram a realidade que vivenciaram

Thamiris Guidoni
Thamiris Guidoni emocionada ao lembrar da trajetória até a chegada do lançamento do livro (Foto: Nathália Ferreira / Lacos – Núcleo de Jornalismo)

Thamiris se formou em Jornalismo em 2014 na FAESA Centro Universitário e a história para o livro começou por meio do trabalho de conclusão de curso. Interessada desde o início da sua jornada profissional na editoria de polícia, a autora se identifica com o ato de contar histórias. Ela relata que foi extremamente impactada com as histórias das mulheres entrevistadas e que o processo de desenvolvimento foi difícil e de autoconhecimento.

Pode parecer clichê dizer isso, mas foi desafiador. Conversar com mulheres que viveram em cárcere traz à tona uma realidade que parece muito distante do ‘mundo real’

Thamiris Guidoni
Thamiris Guidoni contando um pouco da obra “Vidas após o cárcere: Histórias recontadas”
 (Foto: Nathália Ferreira / Lacos – Núcleo de Jornalismo)

Desde o início da pesquisa, a jornalista se envolveu com as histórias apresentadas e as mulheres ficaram felizes por poder contar as versões sobre uma realidade que é esquecida.

Quando contei para essas mulheres que as histórias iriam ser publicadas, elas se perguntavam: ‘como assim minha história vai sair em um livro?’. ‘Eu não estou acreditando que você vai escrever’ ou então: ‘você vai cortar alguma coisa?’. Elas me contaram coisas pessoais que nunca achei que fosse ouvir

Thamiris Guidoni
Livro ‘Vidas após o cárcere: Histórias Recontadas’ (Foto: Nathália Ferreira 
/ Lacos – Núcleo de Jornalismo)

Lançamento do Livro

Na presença do público, amigos e familiares, aconteceu o lançamento oficial da obra no Centro Cultural Frei Civitella, em Cariacica-ES. No evento ocorreu um bate-papo junto com a atriz Alexsandra Bertoli, que também fez uma pesquisa para a publicação de uma dramaturgia sobre o universo carcerário. Na conversa, elas abordaram, junto ao público, questões sobre a visibilidade e a atualidade das mulheres dentro do sistema carcerário.

Nós não queremos criminosos, mas ajudamos a fabricar quando existe um sistema que desumaniza quem já está desumanizado

Alexsandra Bertoli
Thamiris Guidoni junto com Alexsandra Bertoli no bate-papo do lançamento do livro. (Foto: Nathália Ferreira / Lacos – Núcleo de Jornalismo)

Do trabalho de conclusão de curso para o livro foram realizadas algumas alterações. Novas histórias foram acrescentadas e ficção foi adicionada às narrativas com intuito de não identificar as entrevistadas, pois alguns dos crimes cometidos são muito específicos. Além disso, o design da capa foi totalmente alterado.

Público presente no lançamento do livro “Vidas após o cárcere: Histórias recontadas” (Foto: Nathália Ferreira / Lacos – Núcleo de Jornalismo)

O livro da Thamiris é desafiador por falar sobre o que motivou essas mulheres a entrarem no ‘mundo do crime’ e as oportunidades existentes após a passagem pelo sistema carcerário. Atualmente, não paramos para pensar nessa realidade que é tão próxima

Andressa Balbi
Thamiris Guidoni autografando um dos exemplares do livro na noite de lançamento (Foto: Nathália Ferreira / Lacos – Núcleo de Jornalismo)
Posted by:Nathália Ferreira

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s