Thalita Mathias e Vinícius Antunes

Patrimônio Histórico de Vitória, a única basílica do Espírito Santo está localizada no bairro Santo Antônio. A construção iniciou-se no ano de 1956 e as obras duraram 20 anos. A arquitetura do templo foi baseada na Igreja Nossa Senhora da Consolação, em Todi, na Itália, e é de origem renascentista.

A Basílica é composta por quatro semi-cúpulas, uma cúpula central e sua base tem forma de cruz grega. No anos de 1995, 1997, 1999 e 2002 a igreja recebeu a vista do pintor italiano Alberto Bogani, que fez as pinturas internas do Santuário de forma voluntária.

O coordenador voluntário do Santuário Basílica de Santo Antônio Michel Pessoa conta que a igreja tem o título de Santuário, pois é um local de peregrinação e tem características de santificação. Santo Antônio foi o escolhido para ser o padrinho da comunidade e da Basílica. A justificativa da denominação Basílica é porque em 2006 o Arcebispo Dom Luiz Mancilha Vilela conduziu um processo junto ao Vaticano pedindo que o Santuário fosse elevado à Basílica.

E foi em agosto de 2008 que o Papa Bento XVI autorizou a concessão da dignidade de Basílica ao Santuário Santo Antônio. Com isso a denominação correta é Santuário Basílica Santo Antônio. Basílica é um território papal. O Santuário Basílica Santo Antônio é considerado a casa do Papa no Espírito Santo. Já a Catedral é a casa do Bispo.

Imagens: Dayana Cortes e Lorenzo Francez/Lacos – Núcleo de Audiovisual

Horário de Visitação da Basílica

Todos os dias da semana, das 8 horas às 12 horas e das 14 horas às 20 horas, a Basílica está aberta a visitação. O único dia do ano em que o Santuário Basílica Santo Antônio não está aberto é na segunda-feira de carnaval.

Padroeiro de Vitória

Santo Antônio é um dos santos mais conhecidos do Brasil e padroeiro da cidade de Vitória. Ficou famoso nacionalmente pelo exemplo de devoção e pelos milagres concedidos. A Basílica de Santo Antônio comemora a trezena, os 13 dias que antecedem o dia oficial do santo padroeiro, começando no dia 01 de junho.

De nome Fernando Bulhões, Santo Antônio nasceu no ano de 1195, em Portugal. De família rica, abriu mão de tudo que tinha aos 15 anos para entrar no convento da ordem agostiniana. Mas cinco anos depois ingressou na Ordem dos Franciscanos, se encantou pelas relíquias dos missionários franciscanos e foi junto deles para o Marrocos. Desde então, decidiu mudar o nome de Fernando para Antônio.

A doença foi a responsável por impedir Antônio de continuar no Marrocos logo após sua chegada ao local. E por causa de uma tempestade, seguiu rumo à Itália, onde ficou por um ano. A Europa foi a casa do Santo durante o restante da vida.

Ele é considerado o “Doutor do Evangelho” pela grandeza da sua pregação. A boa memória, a voz forte e a simplicidade nas palavras fizeram de Santo Antônio um dos santos mais populares da Igreja Católica. Morreu ainda jovem, aos 36 anos, e foi canonizado pelo Papa Gregório IX, um ano após a morte.

Responsável por vários milagres que são do conhecimento de muitas pessoas, Santo Antônio é reconhecido como o maior milagreiro de todos os tempos. E entre tantas dádivas famosas a pregação para os peixes foi um dos milagres que ficaram conhecidas pela maioria dos católicos e devotos do Santo.

A pregação de Santo Antônio para os peixes ficou marcado na memória dos fiéis por centenas de anos. Durante uma pregação, a multidão de hereges presentes não deram a devida atenção para as palavras do Santo. E, em uma inspiração divina, Antônio começou a falar para os peixes que tinham no rio em frente. Logo, foi possível perceber a enorme quantidade de peixes, grandes e pequenos que colocavam a cabeça para fora da água em sinal de total atenção.

Com fama de Santo casamenteiro devido os milagres realizados em ajuda as mulheres que queriam um namorado fez do Santo uma referência até hoje para aqueles que estão a procura do grande amor. Contudo, Santo Antônio vai muito além disso. Padroeiro dos objetos perdidos e protetor dos pobres são outras atribuições dadas para aquele que leva consigo, o menino Jesus nos braços.

Um dos milagres mais famosos de Santo Antônio é o da Mula com a Eucaristia. Michel Pessoa conta que Santo Antônio aceitou o desafio de um herege.

Em uma conversa com um herege, Santo Antônio foi desafiado a provar que Deus realmente existia. Se o Santo conseguisse fazer a mula do herege se curvar diante da eucaristia, o ele passaria a acreditar em tudo o que era pregado por Antônio. Como uma forma de não haver dúvidas, o herege deixou a mula sem comer por três dias. No dia e local marcado para o encontro do herege com Santo Antônio, foi colocado diante da mula um punhado de capim e do lado a eucaristia. Mesmo com a fome de três dias, a mula foi capaz de parar a alimentação para se ajoelhar diante de Jesus Eucarístico

Michel Pessoa

Oração a Santo Antônio

Meu querido Santo Antônio dos mais carinhosos, o vosso ardente amor a Deus, as vossas sublimes virtudes e grande caridade para o próximo, vos mereceram durante a vida o poder de fazer milagres espantosos. Nada vos era impossível senão deixar de sentir compaixão pelos que necessitavam da vossa eficaz intercessão. A vós recorremos e vos imploramos que nos obtenhais a  graça especial que nesse momento pedimos. Ó bondoso e santo taumaturgo, cujo coração estava sempre cheio de simpatia pelos homens, segredai as nossas preces ao Menino Jesus, que tanto gostava de repousar nos vossos braços. Uma palavra vossa nos obterá  as mercês que pedimos

Posted by:Vinícius Antunes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s