Andressa Alves

A FAESA Centro Universitário ofereceu no Auditório Central uma aula inaugural diferente para os alunos da Pós-Graduação e para o público. A palestra com o renomado Maestro Leonardo David foi a atração principal do evento.

O Maestro tem 22 anos de “estrada” e carrega consigo um grande conhecimento. Além de ser Maestro adjunto da orquestra sinfônica do Espirito Santo, ele também é o criador responsável pela Orquestra de câmara Camerata Sesi, existente há 12 anos. Juntamente com uma equipe composta por 14 músicos, eles apresentaram uma Palestra show com o tema “Trabalho em Sinfonia: A Orquestra em Equipe”.

Leonardo explica que a Orquestra de Câmara nasceu há mais de 300 anos nas cortes reais da Europa e para acontecer era necessário um trabalho em equipe e com harmonia entre os músicos. Na gestão, da mesma maneira que na orquestra, o líder precisa está conectado com a equipe. Na orquestra, o maestro precisa estar conectado com os músicos para fluir a composição musical.

É uma alegria muito grande está aqui na FAESA. Falar dessa junção da orquestra com a gestão de pessoas é incrível porque música é perfeição, trabalho em equipe e harmonia. Essa foi uma maneira de mostrar para as pessoas a importância da sensibilidade, existente na música, na gestão

Maestro Leonardo David
O Maestro interagia com o público e formava uma só harmonia (Foto: Andressa Alves)

Professora do curso de Jornalismo e Gestora do Centro de pós-graduação FAESA, Mirella Bravo, destacou a importância de trazer o Maestro para ministrar a palestra. Mirella afirma ainda que a faculdade já executa um projeto de experimentação, trazendo um processo de ensino diferente e baseado em por a mão na massa. A iniciativa é transformar os cursos ligados à tecnologia, informação e, consequentemente, o mundo do trabalho com novas práticas.

Aqui na FAESA temos os pilares aula: a experimentação, a personalização e a tecnologia. Aqui, vemos principalmente a experimentação, ou seja, fazer e experimentar coisas novas. Na sala de aula vemos como a emoção é importante nesse processo. Viver e sentir motiva o processo de aprendizado

Gestora do Centro de Pós-Graduação Mirella Bravo

Experimentação

O Maestro convidou algumas pessoas da platéia para sentir a emoção de reger uma orquestra e Mizael da Silva, 30 anos, foi um deles. Licenciado em música, ele veio fazer matrícula na pós-graduação de Gestão em Projetos e afirmou ter ficado impactado com a recepção.

O público aprovou a junção. Concentrados em cada nota musical, eles deram risadas, bateram palmas e em sintonia cantaram juntos. Ao final da palestra, o público aplaudiu de pé a apresentação da Orquestra. O estudante do 8º período de Jornalismo Mateus Foleto, 23, concluiu dizendo ter sido muito interessante para o Mercado de trabalho a junção ocorrida.

Edição das fotos: Kebim Tamanini

Publicado por:Andressa Alves

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s