Gabriel Barros

O programa Coleta Legal, produzido pelos alunos do curso de Jornalismo da FAESA Centro Universitário, exerce um relevante papel na conscientização da sociedade sobre a necessidade de cuidar do meio ambiente. O programa foi criado em 2013 e tinha como objetivo esclarecer a população sobre as Políticas Nacionais de Resíduos Sólidos, instituída pela lei nº 12.305/2010, além de orientar cooperativistas e a população sobre o descarte correto desses resíduos. Ao longo das quatro temporadas, 35 programas já foram produzidos.

A ideia para a concepção do programa surgiu a partir de uma necessidade de diálogo entre o Ministério Público Federal, o Ministério do Trabalho do Espírito Santo, as prefeituras e as cooperativas de reciclagem. O professor orientador do projeto e criador do programa, William de Oliveira, acredita ser de extremo valor debater essas questões, pois a sociedade torna-se cada vez mais consumista e esquece as boas práticas ambientais.

William relata ainda que, ao longo das temporadas, o programa se transforma para discutir temáticas atuais e próximas da realidade do público.

No começo as reportagens eram ligadas a coleta e a destinação de resíduos. O foco foi ampliado e, hoje, há discussões de diversas questões ambientais

William de Oliveira

Assuntos ligados à preservação do meio ambiente também estão no alvo de pesquisadores. Conforme os dados apresentados pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma), a produção mundial de lixo deve crescer de 1,3 bilhões de toneladas para 2,2 bilhões até 2025. Isso representa um crescimento em cerca de 70% na produção de resíduos.

Além de propor reflexões sobre a sustentabilidade, o Coleta Legal proporciona a prática profissional ainda no espaço acadêmico. Como parte do projeto de extensão dos cursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda, os alunos exercem diferentes funções ao longo do processo de produção do programa. A coordenadora de produção do Coleta Legal, Dayana Cortes, destaca que o objetivo do projeto é que os alunos coloquem em prática o que aprendem em sala de aula. Nesta quarta temporada, 13 alunos ajudaram na elaboração dos programas.

Eles pesquisam sobre a temática que querem abordar, buscam fontes, gravam e editam, além de experimentarem todas as etapas do processo de criação de um programa de televisão

Dayana Cortes

Desde julho, a quarta temporada do programa é transmitida pela TV Educativa do Espírito Santo. Uma forma de dar visibilidade ao trabalho realizado pelos alunos. A estudante do 4º período de Jornalismo e apresentadora do programa, Natalia Vicente, fica feliz em ter a oportunidade de preparar-se para o mercado de trabalho ainda durante a graduação. Ela ressalta a importância de existir um programa que promova a educação sobre uma temática tão relevante.

Em observação das consequências das ações humanas no meio ambiente, nós temos o dever de discutir, entender e cuidar do planeta

Natalia Vicente

O também estudante do quarto período do curso de Jornalismo e apresentador do programa, Matheus Moraes, ressalta a experiência enriquecedora promovida pelo projeto. De acordo com ele, a inserção do aluno em todas as etapas de produção é algo inovador e faz a diferença ao ingressar no mercado de trabalho.

Para conferir os programas produzidos pelos alunos, basta acessar as redes sociais da TV FAESA.

Foto do destaque: Gabriel Barros/ Núcleo de Audiovisual

Edição: Andressa Alves/ Núcleo de Jornalismo

Publicado por:Andressa Alves

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s