Ações solidárias ajudam pessoas em situações de rua

Michel Lisboa

Diferente do senso comum, os cidadãos em condição de rua lutam pela sobrevivência e trabalham para conseguir se alimentar. Entretanto, nem sempre a quantia que recebem é suficiente para suprir as necessidades básicas. Na Grande Vitória, pessoas em situação de rua recebem, também, suporte de iniciativas da sociedade civil. 

Os grupos de apoio, sensibilizados com a situação desses indivíduos, dedicam tempo para executar a boa ação. Eles arrecadam alimentos, água potável, roupas, produtos de higiene pessoal, cobertores e o que mais for necessário para conceder um mínimo de dignidade para quem vive em situação de rua.

O idealizador do Grupo Ajude o Próximo (GAP), Kelvin Amaral, 27, que há sete anos pratica ações sociais visando ajudar as pessoas em situação de rua com a doação de alimentos arrecadados, explica a importância do projeto. “Sei que não faço muito, mas, pelo menos, é o suficiente para ver alguém sorrindo ao receber um lanche junto com uma palavra amiga”, afirma.

Kelvin na prática de ações sociais (Foto: Arquivo GAP)

Amaral explica também que, mesmo com as dificuldades do dia a dia e com o cansaço, nunca deixa de pensar em ajudar o próximo.

Sempre erguermos a cabeça e lembramos que, se temos problemas, os nossos irmãos, em situação de rua, têm piores

Kelvin Amaral

O sociólogo Jonas Leandro Flores, 45, explica a relevância da sociedade para buscar melhorar a condição de vida dessas pessoas. “A sociedade, sem dúvida, tem um papel muito relevante, em especial, para reivindicar junto aos governantes e ser protagonista na minimização dessa mazela social”, relata.

Eliosino Pereira de Souza, 53 anos, vivendo nas ruas há mais de quinze anos, relata que, além dos grupos de apoio sociais, pessoas sem vínculos com instituições também costumam ajudar. “Alguns passam por nós, dão dinheiro e, às vezes, até trazem alimento: um arroz, um macarrão, um feijão. Quando não tem, a gente tem que se virar, correr atrás”, conta.

Ações de instituições como o GAP ajuda a diminuir o sofrimento das pessoas que estão em situação de rua (Foto: Arquivo GAP)

Serviço

Grupo Ajude o Próximo atua todos os Domingos, às 8 horas, em frente à Catedral Metropolitana, no Centro de Vitória.

Edição: Fernanda Gonçalves Sant’Anna

Foto do Destaque: Arquivo GAP/Romildo Neves

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s