TBT CAPIXABA – Aterros de Vitória

Karol Costa

Ilha de Vitória, Ilha do Mel, Cidade do Sol. Em 470 anos, a capital do Espírito Santo já foi conhecida por diversos nomes, mas há quem ainda não conheça a história da terceira capital mais antiga do Brasil. Formada originalmente por ilhotas, manguezais e brejos, Vitória passou por drásticas mudanças geográficas desde o século XIX.

Com uma área de difícil acesso e uma certa repugnância aos mangues existentes, em 1830, os governantes da época deram início ao aterramento da Ilha de Vitória. Mais de 12 mil m² foram aterrados até o ano de 1993, sendo cerca de 9 mil feitos em direção ao mar. Atualmente, a maior parte da população que mora na capital vive em cima dos aterros.

O dermatologista José Luiz Pizzol mora em Vitória desde 1970 e observou de perto algumas obras de aterramento da cidade. “A região da Praça Costa Pereira está em cima de um Mangue. A área de Bento Ferreira, Enseada do Suá, Praça dos Namorados e Praia do Canto era tudo água, afirma.

Pizzol relata ainda que os aterros da região da Enseada do Suá foram concluídos no final da década de 70 e que ele não gostou de algumas mudanças que foram feitas. “Aterraram a Ilha do Boi e eu não gostei. Poderiam ter deixado um pedaço de mar entre a ilha e o aterro, para que ela continuasse sendo ilha”, completa.

Os maiores aterramentos aconteceram em 1925, na região onde hoje é a Reta da Penha e a Avenida Leitão da Silva e, em 1975, na região da Ilha do Príncipe, Enseada do Suá e Porto de Tubarão. Ao todo, Vitória recebeu 11 grandes aterros, sendo eles de três tipos: sanitário, hidráulico e de materiais inertes (como terra de morros desfeitos e entulhos).

O pesquisador e fotógrafo capixaba José Tatagiba lançou seis livros com comparações fotográficas da capital com fotos datadas a partir de 1884. O objetivo, segundo ele em entrevista ao programa Bom Dia ES da TV Gazeta, é mostrar a população todas as mudanças que Vitória já passou.

Confira algumas imagens feitas pelo fotógrafo:

Edição: Karol Costa

Imagem Destaque: Bruna Firmes/Núcleo de Publicidade do Lacos

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s