Aprenda a apreciar a beleza da vida com ‘A Noviça Rebelde’

Sofia Galois

Obras clássicas são chamadas assim por um motivo. Não importa quanto tempo passe, elas sempre serão lembradas com carinho no coração de quem as conhecem. A recomendação da semana certamente trará um sentimento de nostalgia para muitos, lembranças calorosas que talvez tenham sido esquecidas. Para outros, uma oportunidade de vivenciar os encantos de “A Noviça Rebelde” pela primeira vez. 

Cena do filme A Noviça Rebelde. A noviça Maria interpretada por Julie Andrews cantando The Sound Of Music (imagem: Lost Films)

Fonte de inspiração para várias outras obras como músicas, filmes, peças e até paródias, “A Noviça Rebelde” marcou a história do cinema. Baseado em uma história real, o filme foi lançado em 1965 sob a direção de Robert Wise e estrelado pela talentosa Julie Andrews. Dono de 6 Oscars, incluindo na categoria de “Melhor Filme”, o longa é reconhecido e celebrado até mesmo por aqueles que não são fãs de musicais, pois a história é simplesmente cativante. 

Ao longo do filme, Maria ensina às crianças a importância da felicidade (imagem: web)

Maria é uma noviça que está sempre causando problemas para si mesma e outras freiras por não conseguir se adaptar às regras do convento. Por isso, a jovem é afastada por decisão da Reverenda Madre, indo trabalhar como governanta na casa da família Von Trapp. Maria se encontra na difícil missão de cuidar das 7 crianças rebeldes do viúvo Capitão Von Trapp, o qual havia se tornado um homem rígido com a morte da esposa. A chegada da noviça acende uma nova esperança na casa. 

Além de tratar de temas como confiança, superação e sonhos de forma leve, o musical também lida com questões morais essenciais. Por se passar nos anos 30, a história inclui o começo da Segunda Guerra Mundial, fato que afeta diretamente os personagens, os quais estão localizados na Áustria. 

Capitão Von Trapp rasga bandeira nazista que foi colocada em frente à casa da família (Imagem: Web)

Ao longo do desenvolvimento do filme, os rumores de guerra interferem no desdobramento de muitas pessoas, especialmente do Capitão Von Trapp, que recusa alinhar-se aos oficiais nazistas. O longa mostra, de forma simplificada as consequências do Anschluss (anexação da Áustria à Alemanha Nazista). 

A obra ensina diversos valores e mostra que há beleza nas pequenas coisas. Música e esperança andam lado a lado à medida em que Maria ensina não só a família Von Trapp, mas a si mesma a encontrar a verdadeira felicidade. Muita emoção é garantida por meio da amizade entre a noviça e as crianças, romances e incertezas, lições de moral e novas perspectivas. Tudo isso em um país prestes a ser invadido.

Além de um roteiro e atuações brilhantes, a fotografia do longa também o distingue de outras obras. O cenário de paisagens com cores e iluminações naturais de Salzburg e dos Alpes austríacos são de tirar o fôlego.

A Noviça Rebelde é baseada em um musical da Broadway de mesmo nome e também foi adaptado do filme A Família Trapp, 1956, e do livro The Story of the Trapp Family Singers, escrito pela verdadeira Maria Von Trapp. Atualmente, o filme está disponível online e na plataforma da Disney+.

A verdadeira família Von Trapp
que inspirou a história do filme (Imagem: Divulgação)

Que tal aproveitar o tempo livre para fazer uma pequena viagem encantadora ao passado? A obra garante muita música e emoção e, acima de tudo, pode ser capaz de reacender a chama de esperança na beleza da vida, apesar das dificuldades. Um sentimento muito necessário nos dias de hoje. 

Edição: Sofia Galois

Imagem em destaque: Bruna Firmes / Núcleo de publicidade Faesa

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s