Verstappen aproveita o abandono de Lelclerc e vence o GP da Azerbaijão

Daniel Godoy

O holandês Max Verstappen venceu o GP do Azerbaijão, oitava etapa da temporada da Fórmula 1 2022. O atual campeão mundial aproveitou os abandonos do monegalesco Charles Leclerc e do espanhol Carlos Sainz, ambos pilotos da Ferrari. O pódio foi completado pelo companheiro de equipe Sérgio Perez e por George Russel, da Mercedes. Por conta da vitória, Verstappen disparou na liderança do campeonato com 150 pontos, na frente de Perez, que ultrapassou Leclerc, e possui 129.

Verstappen no GP do Azerbaijão (Foto: Getty Images)

A briga pela vitória parecia ser bastante acirrada após um começo movimentado, porém foi definida depois que Charles Leclerc e Carlos Sainz deixaram a pista. A Ferrari viu a expectativa positiva se transformar em mais uma vez em decepção, pois o monegalesco tinha conseguido a poli position no treino classificatório. Verstappen, que não tinha nada a ver com isso, aproveitou as falhas dos pilotos da equipe italiana e venceu pela quinta vez no ano, ampliando a vantagem na liderança do Mundial de Pilotos.

Esta foi a 25ª vitória do holandês na Fórmula 1. No ano de 2022, já havia vencido os GPs da Arábia Saudita, Emilia Romagna, Miami e Espanha. Verstappen, com apensa 24 anos, ultrapassou o argentino Juan Emanuel Fangio e se aproximou do austríaco Niki Lauda no top 10 de maiores ganhadores da Fórmula 1. Além disso, essa foi a primeira vez que o piloto da Red Bull sobe ao pódio em Baku, continuando com a sina de o GP do Azerbaijão não repetir vencedores.

A corrida

Desde a primeira volta, Sérgio Perez foi para cima. O mexicano acelerou e ultrapassou Leclerc em uma largada sensacional. Verstappen também tentou encostar no piloto da Ferrari, mas se manteve na terceira posição. Com o atual vice-líder do campeonato à frente, a disputa pelo segundo lugar foi entre os dois carros da Red Bull. A cada curva, Verstappen tentava executar a ultrapassagem de maneira ainda mais agressiva. Na oitava volta, o holandês já tinha aberto a asa móvel duas vezes.

Pouco tempo depois, ocorreu o primeiro abandono. Quando ocupava a quarta posição, Carlos Sainz passou reto na curva 4 por problemas mecânicos e precisou sair da pista com a Ferrari. Logo na sequência, Leclerc decidiu ir aos boxes pela primeira vez. O monegalesco caiu para a terceira posição, mas sem ser pressionado por conta do abandono do companheiro de equipe.

Nas últimas colocações, o alemão Sebastian Vettel quase  ultrapassou o francês Esteban Ocon, no entanto, errou a freada e foi para fora da pista. Além disso, acabou superado por Hamilton e Tsunoda. Na briga pela liderança, Verstappen, que já estava em um ritmo superior ao de Perez, abriu a asa móvel e pulou à frente do companheiro.

Pouco depois, Leclerc retornou ao primeiro lugar, ao aproveitar o pit stop dos pilotos da RBR. A felicidade da Ferrari não durou muito tempo, pois começou a sair fumaça no carro do monegalesco e, com isso, acabou despencando na classificação. Da mesma maneira que Sainz, Leclerc teve problemas hidráulicos e precisou deixar o grid.

Com a Ferrari fora de combate, a disputa pela vitória passou a ser destinada aos carros da Red Bull. Verstappen e Perez abriram distância em relação aos outros pilotos e não foram mais ameaçados. Russel, sem dificuldades, completou o pódio com a terceira colocação. O parceiro de equipe, Lewis Hamilton, não desistiu e tirou o quarto lugar de Pierry Gasly.

A empresa italiana não foi a única a causar prejuízo aos pilotos. A Alpha Tauri decidiu colocar fita adesiva na asa traseira de Yuki Tsunada no pit stop. O japonês fazia uma boa corrida, mas recebeu uma bandeira preta e não pôde mais utilizar o DSR. Na última boa disputa da corrida, Hamilton conseguiu passar Gasly e terminou em quarto lugar. O heptacampeão até tentou tirar Russel do pódio, entretanto, já era tarde demais.

Classificação final da corrida (Foto: F1)

Classificação do Mundial de Pilotos da temporada 2022

PosiçãoPilotoPaísEquipePontuação
Max VerstappenHolandaRBR/Honda150
2Sergio PérezMéxicoRBR/Honda129
Charles LeclercMônacoFerrari116
George RussellReino UnidoMercedes99
Carlos SainzEspanhaFerrari83
Lewis HamiltonReino UnidoMercedes62
Lando NorrisReino UnidoMcLaren/Mercedes50
Valtteri BottasFinlândiaAlfa Romeo/Ferrari40
Esteban OconFrançaAlpine/Renault31
10ºPierre GaslyFrançaAlphaTauri/Honda16
11ºFernando AlonsoEspanhaAlpine/Renault16
12ºKevin MagnussenDinamarcaHaas/Ferrari15
13ºDaniel RicciardoAustráliaMcLaren/Mercedes15
14ºSebastian VettelAlemanhaAston Martin/Mercedes13
15ºYuki TsunodaJapãoAlphaTauri/Honda11
16ºAlexander AlbonTailândiaWilliams/Mercedes3
17ºLance StrollCanadáAston Martin/Mercedes2
18ºGuanyu ZhouChinaAlfa Romeo/Ferrari1
19ºMick SchumacherAlemanhaHaas/Ferrari0
20ºNico HulkenbergAlemanhaAston Martin/Mercedes0
21ºNicolas LatifiCanadáWilliams/Mercedes0
Foto: Ge/Globo

Próxima corrida

A Fórmula 1 volta na próxima semana. Os pilotos viajam ao Canadá para disputar o GP de Montreal entre os dias 17, 18 e 19 de junho.

Edição: Daniel Godoy

Imagem destaque: Reprodução/Red Bull

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s