Celebrar a Diversidade: Uma Conquista diária

Caciane Sousa

No mês em que se comemora o Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+ há muitas celebrações, porém o caminho ainda é extenso para que apenas conquistas sejam lembradas. O dia 28 de junho é festejado como o Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+, uma data emblemática para um público com um cotidiano de lutas e superações na sociedade.

A data, 28 de junho, foi criada em homenagem ao episódio da Rebelião de Stonewall Inn, um dos mais marcantes na luta da comunidade gay pelos seus direitos. Em 1969, o dia marcou a revolta da comunidade LBGT contra uma série de invasões da polícia de Nova York aos bares que eram frequentados por homossexuais. As pessoas eram presas e sofriam represálias por parte das autoridades. O bar Stonewall tornou-se ícone na luta.

A Rebelião de Stonewall foi uma série de manifestações contra uma invasão, realizada pela polícia de Nova York, ao bar Stonewall Inn na manhã do dia 28 de junho de 1969 (Foto: Fred McDarrah/Getty)

Respeito e igualdade são fundamentais para a vida em sociedade e fazem parte de um Brasil e de mundo democrático e igualitário. E como forma de celebrar o dia do Orgulho, as lutas sociais e as conquistas, alunos que participam da Atlética de Comunicação da FAESA Centro Universitário reuniram-se no Campus da FAESA, avenida Vitória, para um registro histórico. Os alunos, com roupas em cores variadas, mostravam o respeito à diversidade e o apoio à inclusão.

O Aluno de Jornalismo do primeiro período Gabriel Falcão comentou que foi importante participar do momento, pois entende que o respeito deve ser consciente e deve prevalecer sempre em todos os lugares. Já o estudante de Jornalismo João Lucas afirma que celebrar a data é muito importante e é um grande passo para uma sociedade mais igualitária.

É dever dos cidadãos criarem uma sociedade digna para todos

Gabriel Falcão
Alunos da Atlética de Comunicação: respeito à diversidade e apoio à inclusão (Arquivo Pessoal/Caio Vaconcelos)

O Engenheiro Mecânico Julio Amaral, que atua numa empresa de Logística, entende que é importante comemorar esse dia devido a realidade marcada por preconceitos. “É importante respeitar o ser humano. Isso é um avanço principalmente no país em que vivemos e que oprime as minorias. Dentro das empresas tem crescido esse movimento e a conscientização. Notamos que alguns comportamentos tem mudado”, destaca.

Com um histórico de lutas e conquistas, o Dia do Orgulho deve ser lembrado e debatido sempre com o objetivo de gerar a educação necessária para o avanço nos direitos de todos e, consequentemente, o desenvolvimento da sociedade.

Edição: Caciane Sousa

Imagem do destaque: Freepik

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s