Uma nova onda de terror psicológico com ‘O Telefone Preto’

Kaio Diogo

Poster do filme (foto: Divulgação/web)

Já imaginou ser sequestrado por um desconhecido usando uma máscara horripilante? Bom, é assim que começa a trama de O Telefone Preto. O longa de 2022 é uma adaptação da obra de Joe Hill, exibida na publicação Fantasmas do Século XX de 2005. Com uma aprovação de 88%, O Telefone Preto se diferencia pelo foco em terror psicológico com um roteiro bem desenvolvido, deixando de lado cenas de susto e atraindo o público não acostumado com o gênero.

A obra se passa na transição entre os anos 70 e 80 do século passado, contando a história de crianças sequestradas por um serial killer. A vida difícil dos protagonistas é evidenciada ao longo do filme, contando com uma linha do tempo bem desenvolvida e capaz de prender qualquer um. O que torna o filme tão especial é o foco no contexto, diferente da maioria dos thrillers. O Telefone Preto mexe com o emocional do público por meio de jogos psicológicos, evitando cenários grotescos e evidenciando a angustia.

Ethan Hawk consegue interpretar um típico assassino sem cenas grotescas (Imagem: Divulgação/Getaway)

Visto que se trata de um thriller psicológico, o suspense surpreende e está fortemente presente na produção. Além disso, vale se destacar a atuação de Ethan Hawke como vilão. O ator faz o papel de forma primorosa, se porta como um típico psicopata, com jogos mentais e muito abuso psíquico. A caracterização é eficaz para a proposta, pois ressalta brilhantemente todo o terror do personagem. Nomes como o de C. Robert Cargill (roteirista), Scott Derrickson (diretor) já são cartas marcadas em filmes da categoria. Contudo, O Telefone Preto garante que o expectador saia do cinema realmente satisfeito (ou aterrorizado).

Outro ponto que vale ser ressaltado é a fotografia do filme. Com cores básicas e muito contraste, o filme apresenta o expectador um formato diferente, mas, mesmo assim, traz tons de familiaridade. O apreciador do gênero tem em O Telefone Preto um filme verdadeiramente significativo. Um vai e volta de emoções, que torna a compra do ingresso um passaporte para a satisfação.

Mason Thames (Finny) emocionou os espectadores com a atuação impecável apesar da pouca idade (Imagem: Divulgação/Web)

O filme, como dito anteriormente, foi baseado na coletânea Fantasmas do Século XX. Ela foi publicada em 2009 pela Editora Arqueiro. Contos que somente foram publicados no Brasil no ano de 2022. A produção recheada de grandes estrelas: E. Roger Mitchell, Troy Rudeseal e James Ransone custou entre 16 e 18 milhões de dólares. Por outro lado, arrecadou cerca de 105,9 milhões de bilheteria, ou seja, 4 vezes mais. Então, é justo dizer que o filme foi um sucesso.

Confira abaixo o Trailer Oficial do Filme O Telefone Preto

Edição: Sofia Galois

Imagem em destaque: Núcleo de Publicidade do Lacos/ Bruna Firmes

2 comentários

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s