Reterritorialização das Imagens de Vídeo Monitoramento – da Segurança às Reportagens do Telejornal ESTV 1ª Edição

Resumo: As câmeras de videomonitoramento, amplamente espalhadas pelas cidades gerando imagens com a finalidade de segurança urbana, têm realizado uma quantidade de imagens; que passaram a servir, de acordo com o critério de notícia que possuam material para os telejornais. O estudo aqui apresentado se propõe a analisar a mudança de território comunicacional desses vídeos que em sua origem não possuem a finalidade jornalística, para isso serão verificado os critérios de noticiabilidade que existem na utilização das imagens desses dispositivos. Refletiremos sobre a relação entre inovação e empobrecimento na produção de imagens para os telejornais. Nosso recorte será o ESTV 1ª edição da TV Gazeta, afiliada da TV Globo no Espírito Santo.

Palavras-chave: Câmera de videomonitoramento; Telejornalismo; Reterritorialização das Imagens de Segurança; Reportagem de televisão.

Congresso Intercom Nacional 2018

Autores: Rafael Paes Henriques e William de Oliveira.

Veja o artigo aqui – Reterritorialização das Imagens de Vídeo Monitoramento – da Segurança às Reportagens do Telejornal ESTV 1ª Edição

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑